Twitter oficial Nicolás Maduro / Reprodução
FACEBOOK / REPRODUÇÃO