Brasil de Fato

Lula reassumirá presidência e recuperará o prestígio internacional do Brasil, diz Chomsky

Noam Chomsky afirmou que durante o Governo do ex-presidente Lula, o Brasil foi um dos países mais respeitados e influentes do mundo

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, que hoje cumpre 397 dias em uma prisão política, recuperará a liberdade e reassumirá o poder para trazer de volta o respeito e prestígio internacional alcançado pelo Brasil durante o período que governou o país.

Assim previu o intelectual e ativista político estadunidense Noam Chomsky em uma carta que, assinada junto a sua esposa Valeria Wasserman, enviou ao líder operário e ex-presidente, que desde 7 de abril de 2018 cumpre pena em Curitiba, capital do estado do Paraná, por supostos atos de corrupção.

"Não vai demorar, estamos confiantes, para que você possa recuperar sua liberdade e reassuma a missão urgente de recolocar o Brasil no decisivo e importante lugar alcançado no cenário internacional durante o período de sua presidência, quando o país era altamente respeitado em todo o mundo" escreveu o professor de linguística do Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Ambos cientistas enfatizam que depois de liberto, Lula "irá além, para concretizar a promessa, ainda não cumprida, de transformar o Brasil em uma referência mundial na luta por justiça, liberdade e paz, como acontecia em seu Governo".



O casal também felicita o ex-sindicalista pela entrevista histórica concedida recentemente aos jornalistas Florestan Fernandes Jr., do jornal El País, e Mônica Bérgamo, da Folha de São Paulo, que após uma batalha judicial conseguiram autorização do Supremo Tribunal Federal para realizá-la.

Brasil de Fato
"Lula Está Otimista E Fazendo Muitos Planos", Diz Noam Chomsky

Segundo o intelectual estadunidense, de 90 anos, e sua mulher, "raras vezes passa um dia sem que pensemos em você (Lula), na brutal repressão que está enfrentando e na forma como tudo isso foi orquestrado para levar o Brasil a tempos sombrios".

"Estamos felizes de ver seu desempenho inspirador na entrevista da Folha-El País, e perceber - como esperávamos - que seu astral está genial e que seu compromisso de salvar o Brasil de seu amargo destino atual continua inquebrantável", reitera o casal no comunicado.

Em meados de abril, durante uma entrevista com o canal Democracy Now, Chomsky considerou o ex-presidente brasileiro como o prisioneiro político mais importante do mundo.

Na mesma entrevista, Chomsky afirmou que durante o Governo do ex-presidente Lula, o Brasil foi um dos países respeitados do mundo. "Lula foi a voz mais importante, mais incisiva e mais respeitada das lideranças dos países em desenvolvimento", enfatizou.



Comentários