Mariane Barbosa

“Aprendi que todo ser humano merece respeito”, diz Clara Charf durante homenagem

Ativista recebeu o título de cidadã paulistana por iniciativa da vereadora Juliana Cardoso: “é uma forma de reconhecermos sua história de luta”; Veja fotos

Mariane Barbosa

São Paulo (SP) (Brasil)

Diálogos do Sul Diálogos do Sul

Aos 92 anos e após ter sua história contada inúmeras vezes por militantes que sonham com um país melhor, Clara Charf, recebeu mais uma homenagem por sua contribuição à história do país. 

Em reconhecimento ao importante papel de sua militância no Brasil, ela recebeu, da Câmara Municipal de São Paulo, nesta segunda-feira (13), o título de Cidadã Paulistana. 

A iniciativa para a homenagem partiu da vereadora Juliana Cardoso (PT). “A entrega desse título para Clara Charf é uma forma de reconhecermos sua história de luta”, disse.

Mariane Barbosa
Clara Charf recebe mais uma homenagem por sua contribuição à história do país

Nordestina de Maceió, Clara integrou a primeira turma de aeromoças brasileiras. Ela conta que sempre sonhou por um Brasil onde as mulheres pudessem escolher e exercer a profissão que quisessem. 

Em sua militância, sempre esteve presente na luta política dos direitos humanos e atuou ativamente no combate à ditadura ao lado do seu ex-marido, Carlos Marighella. 

Homenagem

“Eu tenho muito orgulho de ter tido a oportunidade de dar esse título a você”, disse a vereadora Juliana Cardoso. 

Clara Charf e vereadora Juliana Cardoso

“Estamos vivendo um momento muito intenso, muito difícil na nossa história política. Prenderam [o ex-presidente] Lula. E junto com ele, prenderam todos os sonhos da classe trabalhadora. Prenderam todos os direitos que vocês conquistaram, quando foram para as ruas, para a luta”, desabafou.

Clara recebeu as honras da casa junto à flores, pelas mãos das mulheres do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e discursou: “aprendi com meus pais que todo ser humano merece respeito, pois somos todos iguais, independente de qualquer coisa. Se dê bem com todo mundo e você poderá mudar a desigualdade desse mundo”.

O evento na Câmara Municipal paulistana contou com a presença de Sara Grispo, irmã de Clara e Carlos Augusto Marighella, filho de Marighella. Também estiveram presentes figuras importantes da política brasileira, como Eleonora Menicucci (socióloga brasileira e ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres), Eduardo Suplicy (ex-senador e atual vereador de São Paulo), José Genoino (ex- presidente do Partido dos Trabalhadores), Amelinha Teles (ex-militante do Partido Comunista do Brasil) e João Pedro Stédile (economista, escritor e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Companhia do Tijolo em homenagem à Clara Charf

Com diversos depoimentos dos convidados especiais, a noite foi marcada por emoção e regada a música e poesia, apresentadas pelo grupo Companhia do Tijolo, que emocionou os presentes. “Alerta! Desperta! Ainda cabe sonhar!”, dizia uma das canções.

Confira as fotos:


Comentários