Cubanet.org

Nicolás Guillén será o tema central de festival cubano de música e poesia em Havana

Em homenagem ao Poeta Nacional de Cuba, sob o título "Raza, nación y sociedad", o encontro propõe um intercâmbio de ideias

O XII Colóquio e Festival de Música e Poesia Nicolás Guillén terá lugar em Havana comemorando os 90 anos da primeira publicação de seu livro "Motivos de son", informou a Fundação que leva o nome do Poeta Nacional de Cuba.

Sob o título "Raza, nación y sociedad", o encontro, previsto para 6 a 8 de abril de 2020, convida a refletir sobre o pensamento e a obra de Guillén, intercambiar ideias sobre raça, nação e sociedade, assim como esclarecer detalhes relacionados com o livro de poemas de 1930.

De acordo com a convocatória do encontro, os interessados poderão enviar suas propostas até a última semana de janeiro de 2020 para participar nos painéis, conferências, debates, exposições de arte e concertos previstos no programa.

O evento propõe, em sua parte teórica, realizar um intercâmbio de ideias em torno à equidade social encaminhada à busca da paz a partir da cultura, e por esse motivo figuram como eixos centrais os processos identitários e a dimensão subjetiva das relações sociais baseados na raça e o significado do livro de poemas "Motivos de son".

Cubanet.org
Nicolás Guillén, o Poeta Nacional de Cuba

Interesses e interessados

Assuntos de interesse como o colonialismo, as resistências culturais, o subdesenvolvimento, a emigração, a xenofobia, os conflitos étnicos, os conceitos de nação e mestiçagem na América Latina e no Caribe, personalidades políticas, artísticas e esportivas, assim como obras de diversas manifestações que abordem o tema.

Segundo detalha a nota oficial da instituição, os interessados em participar com palestras no evento podem fazer chegar à Fundação Nicolás Guillén o título de seu texto e um breve resumo de seu conteúdo, além de seus dados pessoais.

Caricatura"Motivos de son", pertencente ao patrimônio da cultura cubana, abriu o caminho à expressão poética nacional em um contexto onde a luta ideológica era árdua, expressando com isso os elementos afro-hispanos, componentes da identidade cubana.

A atividade de Guillén como homem de letras vão desde o jornalismo até a poesia. Com uma obra considerada como a mais plena expressão das aspirações populares da Revolução cubana e traduzida para vários idiomas e, elogiada por intelectuais de todo o mundo.

Entre seus títulos ressaltam "Motivos de son", "Elegía a Jesús Menéndez", "Sóngoro cosongo", "El son entero", "La paloma de vuelo popular", "Poema en cuatro angustias y una esperanza", e "Balada de los dos abuelos", entre muitos outros.

Com o objetivo de preservar, estudar e difundir a obra literária do poeta cubano através de conferências, cursos, simpósios, festivais, exposições e espetáculos de diversas manifestações, a Fundação Nicolás Guillén foi criada em 1991 e conta com o apoio da União de Escritores e Artistas de Cuba.


*Da redação de Prensa Latina

**Tradução: Beatriz Cannabrava

***Prensa Latina, especial para Diálogos do Sul — Direitos reservados.

Veja também

Comentários