Pesquisar
Pesquisar

Movimentos sociais e personalidades convocam para solidariedade com Colômbia

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm novo encontro de solidariedade com o processo de paz colombiano transcorrerá na cidade de Caracas, Venezuela, entre os dias 4 e 6 de setembro próximo. Trata-se do Congresso Internacional pela Paz na Colômbia que está sendo organizado por movimentos sociais e intelectuais, ativistas, parlamentares, artistas e líderes ecumênicos.

“Unimos nossas vontades no empenho de contribuir para uma solução política para o conflito que esse povo vive há mais de 50 anos”, conclama a mensagem de convocação assinada por reconhecidos intelectuais como o uruguaio Eduardo Galeano, o Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel, o ator e ativista Danny Glover, o Bispo Dom Pedro Casaldáliga e o teólogo e escritor Frei Beto.

“A intenção deste Congresso é unificar critérios e agendas para o desenvolvimento de ações globais com vistas a gerar um ambiente internacional propício para o bom desenvolvimento do processo de paz na Colômbia, e potencializar os esforços de paz dos colombianos neste sentido. Estamos conscientes de que o horizonte de paz não será completo sem a participação nos diálogos do Exército de Libertação Nacional – ELN e o Exército Popular de Libertação – EPL”, agrega o texto.

congreso pazConsiderando que “a paz com justiça social, dignidade e soberania para Colômbia é um tema de importância estratégica para toda a humanidade” esses movimentos sociais e personalidades comprometidas com a paz também se referem a oportunidade que significa a mesa de conversações entre o governo do presidente Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia-Exercito do Povo – FARC-EP – instalada em La Habana, Cuba, para solução do conflito.

“O momento político atual na Colômbia e o contexto regional reclama encaminhar a solidariedade expressa em diversas latitudes com a exigência de que ninguém se levante da mesa enquanto não se chegue ao fim do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura”, concluem em seu chamado à opinião pública para o Congresso Internacional pela Paz.

Para aderir à convocação do evento

contactos  congresopaz@estrategiaparalapaz.com, prensa@estrategiaparalapaz.com

Convocatória:

Juntos e juntas pela paz na Colômbia

Paz na ColômbiaOs abaixo assinados, escutando o clamor do povo colombiano, unimos nossas vontades no empenho de contribuir a uma solução político ao conflito que há mais de cinquenta anos vive esse povo irmão. Consciente de que a paz com justiça social, dignidade e soberania para Colômbia é um tema de importância estratégica para toda a humanidade, convocamos para o Congresso Internacional pela Paz na Colômbia a realizar-se nos dias 4, 5 e 6 de setembro de 2012 na cidade de Caracas, Venezuela.

A intenção deste Congresso é unificar critérios e agendas para o desenvolvimento de ações globais com vistas a gerar um ambiente internacional propício para o bom desenvolvimento do processo de paz na Colômbia, e potencializar os esforços de paz de colombianos e colombianas nesse sentido. Somos conscientes de que o horizonte de paz não será completo sem a participação nos diálogos do Exército de Libertação Nacional, ELN e do Exército Popular de Libertação, EPL.

Nós, intelectuais, ativistas sociais, parlamentares, artistas, líderes ecumênicos, mulheres, estudantes, camponeses de todas as raças e de todo o mundo, recebemos com alegria e esperança os notórios avanços nas conversações que se realizam em La Habana, Cuba, entre o governo do presidente Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército do Povo – FARC-EP – . Ao mesmo tempo celebramos que a voz de cores diversas do povo colombiana, se eleva unida e forte para concretizar os caminhos de paz.

O momento político atual na Colômbia e o contexto regional reclama encaminhar a solidariedade pronunciada em diversas latitudes com a exigência de que ninguém se levante da mesa enquanto não se chegue ao fim do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura.

  1. Adolfo Pérez Esquivel, Prêmio Nobel da Paz, Argentina.
  2. Eduardo Galeano, escritor, Uruguai.
  3. Don Pedro Casaldaliga, Bispo Emérito Sao Felix de Araguaia, Brasil.
  4. Mireille Fanon-Mendès, Fundação Frantz Fanon, França.
  5. Obispo Medardo E. Gómez, Igreja Luterana Salvadorenha. El Salvador.
  6. Frei Betto, Teólogo, Escritor e jornalista, Brasil.
  7. Agustin Lao Montes, Professor, Centro de Sociología para América Latina, estudos caribenhos e latinos, estudos afro-americanos, Universidade de Massachustts em Amherst, Estados Unidos.
  8. Nidia Arrobo Rodas, Fundação Pueblo Indio do Equador.
  9. Paulo Cannabrava Filho, jornalista, Espaço Cultural Diálogos do Sul
  10. João Baptista Pimentel Neto, jornalista e presidente do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema;

   Ver todos ?     /    Adherirse ?

 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

LEIA tAMBÉM

fato1
Cidadãos e governo debatem desafios e soluções para a economia cubana em 2024
i4films, Productora audiovisual fundada en el año 2019 y dirigida por Inti Herrera y Reymel Delgado, La Habana,
Cinema independente em Cuba dribla impacto das sanções e leva arte para o mundo
Cuba
EUA tiram Cuba de lista sobre terrorismo: decisão é positiva, mas não anula sanções
19 pontos que comprovam os sucessos de Cuba em direitos humanos nos últimos 5 anos