Pesquisar
Pesquisar

Processo eleitoral sem Lula será fraude imensa, diz Foro São Paulo

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Um processo eleitoral que exclua o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso político há 90 dias, se transformará em uma imensa fraude, afirmou o Grupo de Trabalho do Foro de São Paulo.

Prensa Latina*

Excluir da contenda nas urnas o líder histórico e fundador do Partido dos Trabalhadores (PT), que é vítima de sentenças sem provas ditadas em processos judiciais manipulados, afetará “a possibilidade de que o povo brasileiro possa expressar livremente sua vontade”, diz o Grupo de Trabalho.

Em uma declaração emitida após o tribunal de segunda instância ter agravado a condenação do ex-presidente, o Grupo de Trabalho da entidade que agrupa 112 partidos políticos de esquerda da América Latina e do Caribe manifestou que a questão central em nosso continente é a democracia e a justiça social.

Leia também: Lula: “O Brasil voltará a ser dos brasileiros”

“Tudo o que restrinja ou debilite põe em perigo os direitos conquistados”, advertiu.

O documento recordou que a sentença de primeira instância e sua revisão pelo tribunal de apelações de Porto Alegre foi questionada e recusada por importantes juristas de nível internacional, pela evidente falta de imparcialidade, de garantias do devido processo e um julgamento baseado em convicções e sem provas.

Tal processo, destacou, põe em questionamento a institucionalidade democrática do Brasil, “com o que isto implica para a estabilidade política do país e da região”.

O Grupo de Trabalho do Foro de São Paulo observou também que esta ação das elites políticas empresariais, da comunicação e judiciais não é algo novo na região, que já viveu essa mesma operação em outras nações propiciando golpes de Estado ou perseguindo líderes progressistas.

Em outra  parte, a declaração apontou que uma parte importante do Poder Judicial brasileiro se transformou em um instrumento com objetivos políticos dirigidos a perseguir o Partido dos Trabalhadores, suas principais referências e, particularmente, o ex-presidente Lula.

A respeito declarou que há anos as elites políticas, empresariais e os grandes meios de comunicação levam adiante uma ofensiva também jurídica para retomar o controle do Brasil, com o fim de reverter os avanços em matéria social e na construção de uma sociedade mais justa e soberana, e subordiná-lo aos interesses dos Estados Unidos.

Prensa Latina, de Brasília, especial para Diálogos do Sul — Direitos reservados


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

LEIA tAMBÉM

Presidente colombiano Gustavo Petro enfrenta escândalo de corrupção envolvendo altos funcionários
Presidente colombiano Gustavo Petro enfrenta escândalo de corrupção envolvendo altos funcionários
Milei
Javier Milei acusa FMI de sabotagem e enfrenta divisões internas no governo
FOTO ADRIAN PEREZ     evo morales
Evo Morales denuncia "autogolpe" de Arce e mantém ambições políticas na Bolívia
Disputa por Esequibo e interferência de Argentina, EUA e Grã-Bretanha ameaçam eleições na Venezuela
Disputa por Esequibo e interferência de Argentina, EUA e Grã-Bretanha ameaçam eleições na Venezuela