Pesquisar
Pesquisar

25 anos do Memorial da América Latina

João Baptista Pimentel Neto

Tradução:

Foto de Cristiano
Foto de Cristiano

A Fundação Memorial da América Latina inaugura na sexta, 21 de março, a exposição “Memorial 25 anos”, em homenagem ao seu primeiro quarto de século, completados no dia 18.

Em fotos, vídeos e textos, a mostra apresenta a trajetória do Memorial nesse período, em imagens e nas falas de seus fundadores e de personalidades que o apoiaram desde o início, como Oscar Niemeyer, Darcy Ribeiro, Orestes Quércia, Fernando Morais, Bardi, Poty, Carybé, Jorge Amado, Pierre Verger, Aleida Guevara, Fábio Magalhães, Eduardo Galeano, João Batista de Andrade, Eric Nepomuceno, entre outros.

“Um recorte no que o tempo guardou daquilo que a gente fez”, resume Maureen Bisilliat, curadora desta mostra comemorativa do nosso aniversário, ao lado de Adriana Beretta. A exposição “Memorial 25 anos” estará dividida em seis salas. Em uma delas será exibida uma série de entrevistas instantâneas, realizadas em 1989 pela própria Bisilliat, em que anônimos respondem à pergunta: “o que você acha do Memorial?” No mesmo local será montado um pequeno estúdio em que os visitantes participarão de um desdobramento do filme anterior e apontarão para o futuro ao responder: “o que você espera do Memorial?”

Croqui em exposição
Croqui em exposição

“Pensamos em fazer uma exposição não só histórica, mas emotiva”, explica Maureen Bisilliat. “A linha do tempo emotiva,os altos e baixos, os desafios, as pessoas que passaram por aqui, a evolução e às vezes a involução… os incidentes”, tudo isso estará presente na exposição “Memorial 25 anos”. “Até o incêndio pode ser, como uma fênix, o início de uma retomada de mais envolvimento da sociedade com o Memorial”, se estende Maureen. Para as curadoras Maureen Bisilliat e Adriana Beretta “não adiantava fazer uma exposição explicativa, era preciso uma renovação de linguagem que indicasse os caminhos futuros…”, caminhos esses que continuam sob signo da paixão.

Serviço:

MEMORIAL 25 ANOS
Exposição comemorativa
Curadoria  Maureen Bisilliat e Adriana Beretta
Período: 22 de março a 21 de abril
GALERIA MARTA TRABA
Terça a domingo, das 9h às 18h
Entrada franca


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
João Baptista Pimentel Neto Jornalista e editor da Diálogos Do Sul.

LEIA tAMBÉM

protestos-peru
Cleptocracia, ignarocracia, bufocracia: o declínio do substantivo "democracia" no Peru
Bolivia-guerra-hibrida-eua (1)
Guerra híbrida na Bolívia entra em nova fase e EUA querem "mudança de regime" até 2025
Petro-Colombia
Petro reage a ataques de guerrilheiros contrários ao acordo de paz: "Não toleraremos"
Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei