Pesquisar
Pesquisar

3º dia do Foro de São Paulo debate imperialismo e luta pela paz na América Latina

Reta final do encontro tem ainda seminários sobre o cenário político nos EUA, comunicação e redes sociais
Guilherme Ribeiro
Diálogos do Sul
Bauru (SP)

Tradução:

* Atualizado em 03/07/2023 às 11h25.

Neste sábado (1º), o 26º Encontro do Foro de São Paulo chegou ao terceiro dia.

Realizado de 29/06 a 2/07, a cúpula recebeu mais de 270 representantes progressistas, populares e de esquerda de todo o mundo, sobretudo da América Latina e do Caribe, reunidos para debater os desafios da região na busca por integração, proteção da natureza e soberania.

Nesta sexta-feira (30), o Foro de SP abriu espaço a debates com plataformas de luta de movimento social e popular e também a encontros de mulheres e de jovens. O dia também foi marcado pela repercussão da presença de Lula na sessão de abertura, ocorrida na noite de quinta-feira. Veículos de extrema-direita e do grande capital escolheram dar ênfase a falas do presidente sobre comunismo, socialismo e democracia, na tentativa de reforçar estigmas sobre o Foro e governos de esquerda latino-americanos.

Para o sábado, a cúpula contou com seminários relativos ao panorama político nos EUA, a comunicação e a redes sociais. Houve também um ato sobre os 200 anos da Doutrina Monroe e a luta pela paz latino-americana e caribenha, além de uma reunião para a declaração final do 26º Foro de SP.

Confira:

Data Hora Atividade Local

01/07 Sábado

9h Reunião de Escolas e Fundações Sala 50
9h Seminário: Comunicação e redes sociais Auditório
13h Almoço
15h-17h Seminário FSP-Partido da Esquerda Européia: “Visões compartilhadas Sala 100
15h-17h Painel FSP e Socialistas Democráticos da América (DSA): panorama político estadunidense e campanhas de solidariedade nos EUA Sala 50
17h Ato: Bicentenário da Doutrina Monroe e a luta pela Paz na América Latina e Caribe

Auditório

19h Reunião do GT: – Declaração Final – Resoluções
19h Festa de Confraternização Sede AABB

Guilherme Ribeiro | Jornalista e colaborador na Revista Diálogos do Sul.
* Com informações de Portal Vermelho


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Guilherme Ribeiro Jornalista graduado pela Unesp, estudante de Banco de Dados pela Fatec e colaborador na Revista Diálogos do Sul.

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização