Pesquisar
Pesquisar

8 ½, de Federico Fellini

Cinemateca Diálogos do Sul

Tradução:

31-10-1993 / Morre o cineasta italiano Federico Fellini

federico-fellini-67616Morreu Fellini, mas sua obra continua viva, quiça eterna…Como em 8 ½ filme que será exibido nesta segunda feira no Cine Diálogos do Sul da Rede Cidade Livre Comunicação Comunitária a partir das 23h59min. QA sessão é organizada e produzida pelo CreC – Centro RioClarense de Estudos Cinematográficos. Para assistir acesse:

www.redecidadelivre.com.br

Sobre Fellini

Um dos grandes cineastas italianos, Frederico Fellini morreu no dia 31 de outubro de 1993, de ataque cardíaco, em Roma. Nascido na cidade de Rimini, em 20 de janeiro de 1920, ele colaborou com Roberto Rossellini em roteiros como Cidade Aberta (1945) e Paisan (1946). Seu primeiro filme individual de sucesso de crítica foi O boas-vidas, de 1953. Depois, outros filmes trouxeram reconhecimento internacional: A estrada da Vida (1954), As Noites de Cabíria (1957) e a Doce Vida (1960). Ele seguiu com seu estilo autobiográfico característico do cinema, com um fascínio pelo simpático e pelo bizarro. Em 1961, descobriu as teorias do psicanalista Carl Jung, de anima e animus, o papel dos arquétipos e do coletivo inconsciente. Estes temas foram explorados nos filmes como 8½, Julieta dos Espíritos e Satyricon. O melhor dos seus filmes posteriores são Amarcord (1973) e Ginger e Fred (1985). Sua mulher, Giulietta Masina (1920-1994), atuou em vários de seus filmes. Em 1993 foi premiado, pouco antes da sua morte, com o Oscar Honorário.

Sobre o filme

OitomeioposterGuido Anselmi (Marcello Mastroianni) é um famoso realizador à procura de descanso e um pouco de evasão numas famosas termas. Realidade e imaginação misturam-se na sua mente e o lugar que o deveria curar e relaxar enche-se das personagens que fazem parte da sua vida.
No set abandonado do último filme, começam a reaparecer as personagens da sua vida: Guido, no meio deles com o megafone, dá ordens e todos obedecem em harmonia, de mãos dadas, formando uma cordão humano que desfila com alegria sob as notas das marchas dos gladiadores.
“Fellini 8½” ganhou o Óscar de melhor filme estrangeiro em 1964.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Cinemateca Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Carlos Rodríguez
"Milei provocou uma das recessões mais rápidas e profundas da história", diz ex-braço direito
Embajada_de_México_en_Ecuador
México pede medidas cautelares devido à invasão da embaixada em Quito e CIJ rejeita
Luis-Abinader
Haiti gravita sobre o novo mandato dominicano de Luis Abinader
Javier_Milei
Milei bloqueia 5 mil ton de comida, deixa mais pobres com fome e inflama revolta na Argentina