Pesquisar
Pesquisar

A Lei do entreterimento

Tetê Catalão

Tradução:

TT Catalão*

Aos que ficaram fora da lista –

a lei do entretenimento (1)para as vítimas que ficaram sem mídia por serem anônimas; para os que não foram vistos, nem escutados ou lidos; por pertencerem a classes sem relações com a sociedade padrão e caíram sem testemunhas; por não terem vozes que a reclamassem; corpo que interessasse, sepultura que procurassem…
para as vítimas que nem foram reconhecidas (muito menos indenizadas); para os que não tinham chances, contatos e grana para o exílio e por aqui, eternos clandestinos, párias na própria pátria, sobraram em desatino;
aos que lutaram sem conseguir registro, placa, título ou até um cargo;
os que, mesmo ocultos, sofreram censura, injustiça, demissão de empregos, tortura econômica, moral e física, angústia, dor, medo e morte (total ou parcial);
não sabemos seus nomes,
nunca vimos seus rostos,
não sabemos suas histórias,
não compartilhamos desse desconhecido horror;
são as vítimas silenciosas,
massa no coletivo,
também arquitetas desse clamor…
*TT Catalão é poeta, artista e colaborador da Diálogos do Sul.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Tetê Catalão

LEIA tAMBÉM

Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA
Alvaro-Uribe
Colômbia: Uribe pode ser condenado a 12 anos de prisão em julgamento por suborno e fraude
Gustavo Petro
Violação dos acordos de paz: entenda por que Petro vai denunciar a própria Colômbia na ONU