Pesquisar
Pesquisar

Alagoas: 56 mil desabrigados e 102 cidades em situação de emergência; saiba como ajudar

As cidades do estado foram atingidas pelo terceiro dia consecutivo pelas fortes chuvas
Redação Sputnik Brasil
Sputnik Brasil
Maceió

Tradução:

As fortes chuvas que voltaram a atingir parte do estado de Alagoas nos últimos dias já deixaram cerca de 56 mil pessoas desabrigadas ou desalojadas.

As cidades em Alagoas foram atingidas pelo terceiro dia consecutivo pelas fortes chuvas que caem sobre o estado.

Assista na TV Diálogos do Sul

Nesta segunda-feira (4), o governador do estado, Paulo Dantas, informou em suas redes sociais que mais da metade das 102 cidades alagoanas está em situação de emergência.

“Me reuni com os 56 municípios que entraram no Decreto de Emergência para falar sobre as ações prioritárias”, escreveu Dantas.

Nesta segunda-feira (4), o governo federal, que já havia reconhecido a condição de emergência em 23 municípios, reconheceu os decretos de mais 15 localidades.

Com isso, as cidades poderão pedir recursos federais para ações de socorro e assistência humanitária, escreve a Agência Brasil.

As cidades do estado foram atingidas pelo terceiro dia consecutivo pelas fortes chuvas

Agência Brasil
Mais da metade das cidades está em situação de emergência

Ainda nesta segunda-feira (4), os ministros do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, e da Cidadania, Ronaldo Bento, visitaram o estado e falaram com a imprensa.

“As medidas de autoproteção têm que ser mantidas e as pessoas têm que estar alertas aos comunicados das autoridades locais”, disse Ferreira, alertando para o risco de novas tempestades.

“As fortes chuvas [dos últimos dias] arrefeceram, mas ainda há previsão de mais chuvas para as próximas horas. Todos os mananciais estão cheios e ainda há riscos tanto de deslizamentos, quanto de transbordamento de mananciais”, acrescentou o ministro.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, já foram liberados neste ano R$ 20,4 milhões para investimentos em ações de resposta a desastres naturais.

Já o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, anunciou que o governo federal vai antecipar o pagamento do benefício de prestação continuada (BPC) a 112 mil famílias alagoanas.

Redação Sputnik Brasil



Confira meios e formas de ajudar Alagoas:


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Sputnik Brasil

LEIA tAMBÉM

Gustavo Petro
Violação dos acordos de paz: entenda por que Petro vai denunciar a própria Colômbia na ONU
Haiti
Haiti: há pelo menos 20 anos comunidade internacional insiste no caminho errado. Qual o papel do Brasil?
Betty Mutesi
“Mulheres foram protagonistas na reconstrução da paz em Ruanda”, afirma ativista Betty Mutesi
Colombia-paz
Possível retomada de sequestros pelo ELN arrisca diálogos de paz na Colômbia