Pesquisar
Pesquisar

Alunos do curso “Para Onde Caminha a América Latina” serão colaboradores da Revista Web Sul

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Vanessa Silva*

Theotonio
Palestra de Theotônio dos Santos

O Espaço Cultural Diálogos do Sul, em parceria com o Memorial da América Latina está realizando o curso “Para onde caminha a América Latina? História e conjuntura”, ministrado pelo jornalista Paulo Cannabrava Filho. Já foram realizadas 4, das 8 aulas previstas no programa.

O curso entra em sua segunda etapa no sábado (08-05), com a palestra da socióloga e cientista política, Monica Bruckmann, que é consultora do PNUD e Diretora Executiva da Cátedra e Rede Unesco/Universidade das Nações Unidas sobre Economia Global e Desenvolvimento Sustentável (REGGEN). A palestra terá como tema a Questão indígena na América Latina – nações não contactadas, genocídios e políticas indigenistas.

Cerca de 40 pessoas participam do curso, que é ministrado aos sábados no Memorial da América Latina. Para complementar as atividades, os alunos se prontificaram a criar um grupo de discussões e a contribuir com reflexões, artigos e textos para a Revista Web Sul.

A primeira etapa do curso contou com participantes de peso, como o professor Theotônio dos Santos, coordenador da cátedra UNESCO sobre Economia Global e Desenvolvimento Sustentável (REGGEN), que falou sobre os modelos de desenvolvimento econômico da América Latina e a jornalista, socióloga Beatriz Bissio, fundadora e diretora da revista “Cadernos do Terceiro Mundo”, cuja palestra focou-se na consolidação da mídia na América Latina, desde seu surgimento até os dias atuais.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei
José Raúl Mulino
Eleição no Panamá simboliza crise sistêmica que atinge democracia "representativa"
Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA