Google News

Cristina denuncia perseguição judicial para prejudicar campanha política na Argentina

“Entre a Presidência da Nação e as obras denunciadas existem doze instâncias administrativas de caráter nacional e provincial”, escreveu a ex-presidenta

A ex-presidenta argentina Cristina Fernández de Kirchner denunciou nesta terça-feira (21) que o processo contra ela é um ato de perseguição com o objetivo de colocá-la no banco dos réus e deteriorar sua imagem em meio à campanha eleitoral.Cristina afirmou, em sua conta no Twitter, que o processo iniciado nesta terça pretende armar uma cortina de fumaça para distrair os argentinos da dramática situação vivenciada pelo país.

<blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="es" dir="ltr">Claramente no se trata de hacer justicia. Sólo armar una nueva cortina de humo que pretende distraer a los argentinos y las argentinas -cada vez con menos éxito- de la dramática situación que vive nuestro país y nuestro pueblo.</p>&mdash; Cristina Kirchner (@CFKArgentina) <a href="https://twitter.com/CFKArgentina/status/1130777017752924161?ref_src=twsrc%5Etfw">May 21, 2019</a></blockquote>

<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>


A ex-mandatária anunciou que se apresentará diante dos tribunais, apesar de ter afirmado que nunca deveria ter sido citada, porque o processo é inconsistente porque sequer a denúncia é original, já que foram manipuladas pela Coalizão Cívica.


Google News
Cristina Kirchner diz que julgamento por corrupção é "cortina de fumaça" política

“Jamais tive intervenção alguma nos expedientes administrativos que se realizaram em cada uma dessas obras. Entre a Presidência da Nação e as obras denunciadas existem doze instâncias administrativas de caráter nacional e provincial”, escreveu Cristina na mesma rede social:

<blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="es" dir="ltr">Jamás tomé intervención alguna en los expedientes administrativos que se realizaron por cada una de estas obras. Entre la Presidencia de la Nación y las obras denunciadas existen doce instancias administrativas de carácter nacional y provincial.

</p>&mdash; Cristina Kirchner (@CFKArgentina) <a href="https://twitter.com/CFKArgentina/status/1130776133379796992?ref_src=twsrc%5Etfw">May 21, 2019</a></blockquote>

<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

Disse ainda que os julgamentos devem buscar a verdade, mas que, no seu caso, isso não vai ocorrer porque enquanto sua defesa é impedida de apresentar provas de sua inocência, são aceitas declarações que já foram julgados em outra causa.

Apesar de a Corte Suprema de Justiça ter advertido a possibilidade de que o processo seja declarado nulo ou seja interrompido, o Tribunal Oral Federal 2 desestimo, na segunda-feira (20) os recursos pendentes e fixou para o meio-dia desta terça o início do primeiro julgamento oral contra a ex-presidenta.

Entre as irregularidades, a máxima corte aponta que não foi estabelecida posição de fundo sobre os nove temas pendentes, entre estes o da defesa da ex-mandatária, que reclama a apresentação de provas chaves sobre as obras em questão.

Cristina está sendo julgada por supostas irregularidades em licitações de obras rodoviárias na província de Santa Cruz.


Tradução: Beatriz Cannabrava

Comentários