Pesquisar
Pesquisar

Análise divulgada revela que polícia chilena usou soda cáustica contra manifestantes

Estudo realizado por Colégio de Químicos mostra que os Carabineros misturaram o produto químico na água jogada nos ativistas para dispersão
Redação Revista Fórum
Diálogos do Sul
São Paulo (SP)

Tradução:

Uma análise química divulgada nesta segunda-feira (16) revelou que a polícia chilena tem jogado soda cáustica em manifestantes durante os protestos que sacodem o país há mais de um mês. O estudo ganhou grande repercussão no Chile e revoltou ainda mais a população. A hashtag #SODACAUSTICA ocupou o topo dos assuntos do momento no país.

A pedido do Movimento Saúde em Resistência (MSR), o Colégio de Químicos Farmacêuticos e Bioquímicos do Chile realizou um estudo com a água lançada pelos carabineros durante os protestos e constatou um pH bastante irritante (12 em uma escala de 0 a 14), capaz de causar grandes danos e levar à cegueira.

Estudo realizado por Colégio de Químicos mostra que os Carabineros misturaram o produto químico na água jogada nos ativistas para dispersão

Reprodução
O estudo ganhou grande repercussão no Chile e revoltou ainda mais a população.

Essa água, que aparentemente tinha como objetivo apenas dispersar os manifestantes, pode ser uma das responsáveis pelo vertiginoso número de casos de jovens com lesões oculares nas últimas semanas. “A presença de soda cáustica mostra que os Carabineros mentem. Está na hora do governo explicar por que continua a violar os direitos humanos”, publicou o MSR.

Apesar da análise, os policias negaram o uso do químico. “Carabineros do Chile não usam soda cáustica, não existe forma de usar este produto no controle da ordem pública”, disse o diretor de Logística da instituição. Mais cedo, Piñera havia defendido a manutenção do diretor geral do órgão, Mário Rozas, apesar de reconhecer “excessos”.

A revelação gerou grande irritação nas redes sociais e faz a hashtag #SODACÁUSTICA ser um dos assuntos mais comentados do Twitter. Beatriz Sánchez, candidata à presidência em 2018 pela Frente Ampla, foi uma das que se manifestou: “No mesmo dia em que se confirma que Carabineros usam soda cáustica para atacar aqueles que se manifestam, Piñera reafirma Rozas. É a enésima prova de que Piñera não entende, não quer e não pode ajudar a resolver a crise”.

“Estamos diante de um inimigo muito poderoso e implacável, que não respeita nada nem ninguém”, publicou o movimento Revolução Democrática, integrante da Frente Ampla.

Veja também


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Revista Fórum

LEIA tAMBÉM

Assange
Silêncio, imperialismo e guerra midiática: por que não podemos nos esquecer de Assange?
Prancheta 55
Reino Unido decide expulsar mais de 50 mil pessoas solicitantes de asilo para Ruanda
Design sem nome - 1
Mortes, prisões e espionagem: jornalista palestina escancara ‘apartheid’ de Israel
Palestina-jovens
No 76° aniversário da Nakba, juventude internacional se levanta pela Palestina