Pesquisar
Pesquisar

‘Boi Neon’ é premiado no Festival de Cartagena

Cinemateca Diálogos do Sul

Tradução:

Prensa Latina

‘Boi Neon’ é premiado no Festival de CartagenaO diretor Gabriel Mascaro recebeu a estatueta Índia Catalina com o filme “Boi Neon”, vencedor do melhor filme de ficção do Fiicci (Festival Internacional de Cinema) de Cartagena das Índias, na Colômbia.

O longa já surpreendeu no último festival de Veneza e volta a repetir em Cartagena com a obtenção do principal prêmio, pela boa acolhida de sua história contada mediante um grupo de personagens surrealistas do norte de Brasil, que se movem nas Vaquejadas, uma espécie de rodeio com cavalos.
Além do filme brasileiro, o júri integrado pelo britânico Mike Downey, atual vice-presidente da Academia Europeia de Cinema; o diretor e produtor mexicano, Michel Franco e a atriz brasileira Ailín Salas, também outorgou um prêmio especial ao drama “Academia de Musas”, do espanhol José Luis Guerín.
Fora da competição oficial de ficção, durante a cerimônia de encerramento, foi entregue o Prêmio Fipresci da crítica internacional ao diretor chileno Alejandro Fernández por seu longa “Aquí no ha pasado nada”.
Na categoria Melhor Documentário venceu “El viento sabe que vuelvo a casa”, enquanto o prêmio especial do júri foi dado ao “Rastreador de estatuillas”. Jorge Caballero foi premiado como melhor diretor do gênero, produtor e realizador colombo-espanhol por sua criação “Paciente”.
Na competição oficial de Cinema Colombiano foi premiado como melhor filme “Noche Herida”, de Nicolás Rincão, enquanto o melhor diretor foi Luis Ospina, com o prêmio especial do júri.
Na categoria Curta, o vencedor foi Camilo Restrepo com “La impresión de una guerra”.
Durante os sete dias da 56ª jornada anual cinematográfica colombiana foram realizadas 1.650 projeções de 150 filmes, provenientes de 38 países.
Veja o trailer


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Cinemateca Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

protestos-peru
Cleptocracia, ignarocracia, bufocracia: o declínio do substantivo "democracia" no Peru
Bolivia-guerra-hibrida-eua (1)
Guerra híbrida na Bolívia entra em nova fase e EUA querem "mudança de regime" até 2025
Petro-Colombia
Petro reage a ataques de guerrilheiros contrários ao acordo de paz: "Não toleraremos"
Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei