Pesquisar
Pesquisar

Cadernos do Terceiro Mundo: Israel trava guerra desigual contra palestinos

No ano de 2002, ocorrera a segunda edição do Fórum Social Mundial na cidade de Porto Alegre
Gabriel Farias
Diálogos do Sul Global
São Paulo (SP)

Tradução:

Na próxima terça-feira, dia 29 de setembro, ocorrerá uma entrevista com o representante da Autoridade Nacional Palestina no Brasil, Ibrahim Al-Zeben. Esse encontro será promovido pela Diálogos do Sul Maior às 15 horas. 

A transmissão será simultânea entre o canal do YouTube da Revista Diálogos do Sul e as páginas do Facebook do LPPE, NIEAAS, Diálogos do Sul e a própria Cadernos do Terceiro Mundo.

Por conta disso, nos próximos dias, algumas reportagens especiais sobre a luta do povo palestino serão destacadas.

No ano de 2002, ocorrera a segunda edição do Fórum Social Mundial na cidade de Porto Alegre

Diálogos do Sul
Dia 29 de setembro, ocorrerá uma entrevista com o representante da Autoridade Nacional Palestina no Brasil, Ibrahim Al-Zeben.

No ano de 2002, ocorrera a segunda edição do Fórum Social Mundial na cidade de Porto Alegre. 

Surgido como um contraponto ao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suiça, naquele ano mais de 50 mil pessoas, vindas de 150 países, participaram de 700 encontros, seminários, palestras e conferências em busca de soluções para os problemas econômicos e sociais do mundo globalizado. 

Entre os participantes, é claro que não poderiam faltar autoridades e grupos de simpatizantes da causa palestina. 

Nesta matéria, vamos relembrar o que foi abordado sobre o conflito na Palestina naquele ano. 

Vale destacar a fala do diretor do Health, Development, Information and Police Institute, Mustafá Barghouthi, que, em entrevista coletiva, denunciou que o povo palestino estava sendo submetido à mais longa das ocupações dos tempos modernos, com o quarto maior exercito do mundo, o israelense, travando uma guerra totalmente desigual contra uma população civil inteira. 

Memória

Tema complexo, que requer uma análise de longo prazo e a compreensão da geopolítica atual. Para uma visão histórica do tema, compartilhamos reportagem publicada na revista Cadernos do Terceiro Mundo de 1980.

Diálogos do Sul é a continuidade digital da revista fundada em setembro de 1974 por Beatriz Bissio, Neiva Moreira e Pablo Piacentini em Buenos Aires:

A recuperação e tratamento do acervo da Cadernos do Terceiro Mundo foi realizada pelo Centro de Documentação e Imagem do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ, fruto de uma parceria entre o LPPE-IFCH/UERJ (Laboratório de Pesquisa de Práticas de Ensino em História do IFCH), o NIEAAS/UFRJ (Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre África, Ásia e as Relações Sul-Sul) e o NEHPAL/UFRRJ (Núcleo de Estudos da História Política da América Latina), com financiamento do Governo do Estado do Maranhão.

Texto publicado originalmente na página Revista Cadernos do Terceiro Mundo – Acervo Digitalizado.  

Confira a edição completa da revista nº 239 :


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Veja também:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

Gabriel Farias

LEIA tAMBÉM

Disputa por Esequibo e interferência de Argentina, EUA e Grã-Bretanha ameaçam eleições na Venezuela
Disputa por Esequibo e interferência de Argentina, EUA e Grã-Bretanha ameaçam eleições na Venezuela
GSsXOjIXgAA0ChY
Gustavo Petro assina reforma da previdência para melhorar condições dos idosos na Colômbia
000_346Y7KJ
Eleição na Venezuela: chavismo aposta na mobilização social; oposição se anima com pesquisas eleitorais
20140517por-ramiro-furquim-6030
O que explica a baixa participação nas eleições primárias no Uruguai?