Pesquisar
Pesquisar
Foto: Albert González Farran, UNAMID / Flickr

“Catástrofe geracional”: 14 milhões de crianças no Sudão precisam de ajuda urgente

Segundo ONU, falta comida, água e suprimentos para saúde; 3,5 milhões de menores foram obrigados a fugir de suas casas nos últimos anos devido à guerra no país
Redação Prensa Latina
Prensa Latina
Havana

Tradução:

Ana Corbisier

Organismos das Nações Unidas (ONU) denunciaram no início de abril que 14 milhões de crianças sudanesas necessitam de ajuda urgente em nutrição, saúde, água e outros bens essenciais, como destacaram hoje aqui altos funcionários da Unicef.

Mandib O’Brien, representante da Unicef no Sudão, alertou quanto ao risco de que o sofrimento das crianças resulte em uma catástrofe geracional, porque o país enfrenta a maior crise de deslocamento infantil no mundo.

Leia também | Imperialismo, golpe, sanções, refugiados: como conflito no Sudão impacta ordem multipolar

Por sua vez, o canal pan árabe Al Mayadeen reproduziu declarações da funcionária que afirma que mais de 3,5 milhões de infantes foram obrigados a fugir de suas casas desde o início da guerra e há mais de 7,4 milhões de menores de idade que não têm acesso a água potável segura, enquanto mais de três milhões de menores de cinco anos sofrem desnutrição aguda.

O’Brien também propugnou por unir esforços para encontrar ajuda, buscar financiamento e encontrar uma solução política para a guerra no país africano.

Leia também | Crise no Sudão do Sul: as crianças e a ira

Desde abril de 2023, a nação africana se encontra mergulhada em uma guerra interna, após se aprofundarem as contradições por questões de poder entre o chefe do Exército, Abdel Fatah al-Burhan, e o líder das paramilitares Forças de Apoio Rápido, Mohamed Hamdan Daglo.

No Sudão, onde ocorreu um golpe de Estado militar em 2021 e outro em 2019, desencadeou-se uma guerra que matou milhares de civis, entre eles, cerca de 15 mil só na região de Darfur Ocidental, provocando o deslocamento de cerca de sete milhões de pessoas, segundo dados fornecidos pelas Nações Unidas.

Prensa Latina, especial para Diálogos do Sul – Direitos reservados.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Prensa Latina

LEIA tAMBÉM

Palestina-jovens
No 76° aniversário da Nakba, juventude internacional se levanta pela Palestina
Nakba
Crônica de uma Nakba anunciada: como Israel força “êxodo massivo” dos palestinos de Gaza
Questão-racial-Brasil (1)
Lima Barreto, 13 de maio e a questão racial no Brasil
Palestina- Gaza
Relatório do Repórteres Sem Fronteiras minimiza crimes de Israel contra jornalistas palestinos