Pesquisar
Pesquisar

Cerca de um milhão de iraquianos marcham para exigir saída das tropas dos EUA

Muitos cartazes vistos durante os protestos falavam em “guerra para recuperar a soberania
Redação Revista Fórum
Revista Fórum
São Paulo (SP)

Tradução:

Uma manifestação massiva aconteceu nesta sexta-feira (24), em Bagdá (Iraque), convocada por Muqtada al Sadr, um conhecido sacerdote xiita, para exigir a saída das tropas estadunidenses do país do Oriente Médio.

Segundo as agências de notícias presentes no Iraque, havia cerca de um milhão de pessoas participando dos protestos na capital do país, mais especificamente nos arredores da praça Al Hurriya, no centro de Bagdá.

Muitos cartazes vistos durante os protestos falavam em “guerra para recuperar a soberania

Reprodução
Protesto massivo no Iraque contra a presença de tropas dos Estados Unidos no país

Muitos cartazes vistos durante os protestos falavam em “guerra para recuperar a soberania”. Um deles, bastante repercutido nos meios ocidentais, mandava um recado: “Às famílias dos soldados estadunidenses: insistam para que eles retornem, ou preparem os caixões deles”.

A marcha acontece três semanas depois do ataque aéreo estadunidense, em uma área próxima ao aeroporto de Bagdá, no qual morreram o general Qassem Soleimani e o líder da milícia xiita iraquiana, Abu Mahdi al Muhandis, além de outros oficiais.

Veja também


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Revista Fórum

LEIA tAMBÉM

Netanyahu
Pouco há para comemorar na decisão da Corte Penal Internacional contra Netanyahu
Nationale Sozialisten,Demonstration,Recht auf Zukunft,Leipzig,17
Conluio da extrema-direita realizado em Madri é só a ponta do iceberg
EUA-fentanil
A DEA, a ofensiva contra o México, o fentanil e os mortos por incúria
Wang-Wenbin-China
China qualifica apoio dos EUA a separatismo em Taiwan como “grave violação” e exige retratação