Pesquisar
Pesquisar

Com medo de perder a mamata, extrema-direita ataca Castillo e coloca peruanos nos braços da corrupção de Fujimori

São 6 ex-presidentes julgados por ladrões e assim queremos eleger uma suposta também, para que seja a 7.º?
Juan Verástegui Vásquez
Prensa Latina
Lima

Tradução:

Duzentos anos governados por estes mestiços, sofrendo fome, misérias, marginalização, abusos, saques de nosso recursos naturais e com uma economia atrasada e em decadência.

Somos um dos países mais ricos do mundo, mas 50% das nossas crianças são anêmicas; 12% sofrem de desnutrição infantil; a pobreza envolve um quarto da população; moradores com tuberculose; muitas crianças, idosos e compatriotas nossos vão dormir sem provar nenhuma comida.

No interior do país, o analfabetismo alcança cerca de um quarto da população, moradores sem água potável e menos ainda, sem esgoto, como em Lima (suas necessidades as fazem em um buraco ou ao ar livre). 

As crianças nas escolas se sentam em tijolos e seus colégios têm tetos de esteira, piso de terro e não tem água e nem esgoto. 

Se retrocedemos à época dos fazendeiros, encontramos o que nossos irmãos camponeses serviam como bestas de carga, onde o fazendeiro era carregado por seu peão e trasladado de lugar a outro, em seus ombros; suas nádegas eram marcadas com ferro em brasa indicando as iniciais do nome e sobrenome do dono da terra, como se fosse uma vaca ou um burro; o fazendeiro abusava sexualmente da mãe e da filha e depois as castigava.

Depois que fugiram os colonizadores espanhóis, estes crioulos repartiram as terras, arrebatando-as aos seus verdadeiros donos, os camponeses e ainda lhes faziam trabalhar gratuitamente; o tributo indígena era superior ao que pagavam os donos das minas; a política, os juízes, etc., estavam sob as ordens do fazendeiro e nunca faziam justiça a favor do camponês.

O Guano da Ilha gerou ingressos de cerca de 7 trilhões de soles, equivalente a 40 anos do orçamento nacional do ano passado; todo esse montante desapareceu pela corrupção; se desperdiçaram os tremendos ingressos da Borracha e do Salitre; na atualidade, as irrigações, para tornar férteis as terras improdutivas como Chavimochic, Olmos etc., custaram 22,000 milhões de soles, tudo com dinheiro do povo; e grandes transnacionais locais e estrangeiras se apropriaram de tudo, não ficando nem meio hectare para o povo; a totalidade do produto é exportado. Quando os trabalhadores reclamam um salário digno, os matam a balaços, como tem sucedido ultimamente.

Megantoni Echarate (Cusco) produz quase 100% dos gás que se consome no país, e ali o botijão de gás custa 140 soles, o que quer dizer que custa 350% mais do que em Lima; 90% da sua população cozinha com lenha poque não consegue comprar seu próprio gás; não têm água potável nem hospitais; 48% de seus habitantes são pobres, não têm eletricidade diariamente, nem todas as horas do dia.

Alguns moradores nem sequer têm documento de identidade. A agricultura é a principal atividade da zona. Nenhuma comunidade tem saneamento básico nem água potável.

Cajamarca é o primeiro produtor de ouro na América Latina e o Peru tem o primeiro lugar em pobreza; no ano de 2015 esta região exportou minérios por S/ 4,935 milhões e por transferências a esta região correspondeu 265 milhões, o que quer dizer que por cada S/ 100.0 exportados à região correspondeu a ninharia de S/ 5.4; em 2016 exportou S/ 4,475.1 milhões, o que representa que por cada S/ 100.0 exportados, à região transferiram a irrisória soma de S/ 6.2. 

Pasco ocupa, desde a colônia, o primeiro lugar na produção de prata o que continua igual na atualidade; no entanto, em nada lhes favoreceu, sua praça de armas é um buraco profundo e deformado como se tivesse passado por uma guerra com bombas atômicas; em cada detonação que fazem as mineradoras, as casas tremem e vão caindo a pedaços; desapareceu a igreja, a delegacia etc.; tem graves indicadores sociais e econômicos, e suas crianças se acorrentam na porta do Ministério da Saúde, implorando ser atendidos para tratar os mortais índices de metais que têm em seu sangue.

Ancash, Chimbote ocupa o primeiro lugar no mundo na produção farinha de pescado, mas, que vergonhosa contradição, em dois dos seus distritos 100% das crianças são anêmicas, o que se poderia combater com o consumo de peixe. Esta é a oligarquia que quer seguir governando-nos, por 200 anos a mais. Mentem, vociferam, ameaçam, quando são os verdadeiros terroristas e vendedores da pátria.

Erguem painéis nauseabundos e cheios de asquerosidade. Dão asco quando os vemos.

São 6 ex-presidentes julgados por ladrões e assim queremos eleger uma suposta também, para que seja a 7.º?

Agencia de Noticias Andina
Nos dá vergonha, nos enche de humilhação a presença de Keiko Fujimori como candidata presidencial

Todas estas injustiças que ferem dramaticamente, que geram derramamento de lágrimas e muita raiva, sensibilizou Pedro Castillo Terrones, candidato de Peru Livre. 

Ele é uma pessoa que vem do povo e governará para o povo; sua proposta é acabar com todos estas penúrias. Ele disse que nunca mais em um país tão rico haverá fome! 

Por isso treme a oligarquia mafiosa, entreguista e corrupta, se acabaram seus abusos e injustiças. Já ninguém acredita quando começam a semear medo e dizem que ele é comunista, chavista, vai tirar sua casa, seus filhos, a economia vai afundar… Pelo contrário, Pedro fomentará a produção interna.

Em lugar, por exemplo, de trazer 100% do trigo de fora, para o pão e o macarrão, será produzido nas terras de nossos irmãos camponeses que estão desocupadas, ao mesmo tempo que terão trabalho. Traz-se do estrangeiro batatas pré-cozidas com preço exorbitante, enquanto aqui temos mais de 3.000 variedades; isso favorece grandes mercantilistas e usureiros, contra o povo.

Por isso é que estão com medo de perder a mamata. São 6 ex-presidentes julgados por ladrões e assim queremos eleger uma suposta também, para que seja a 7.º?

Keiko Fujimori H., e seus seguidores ameaçaram matar a Pedro Castillo e a Cerrón, treme a imprensa corrupta (Miro Quesada tem 9 diários e 2 canais de TV e esteve preso por Odebrecht igual que a Keiko) mentem, tergiversam, difamam o Pedro. Ele fará a grande transformação no país. Keiko está pedida, pela promotoria, para que cumpra, na prisão, 30 anos e 10 meses por corrupção.

Diante disso está obrigada a pedir licença a seus julgadores para deslocar-se e fazer campanha. Com total desvergonha Mario Vargas (lembram quem disse isso despetivamente? O Chino Fuji) a ia levar para o Equador (entre eles se buscam e se encontram), o juiz negou por perigo.

Que vergonha! Keiko, nossa futura presidenta será, amanhã, uma ré encarcerada por corrupta, se confirmar o paradigmático promotor José Domingo Pérez, ela estará atrás das grandes, igual que os mais famosos delinquentes e por 30 anos. Se você a eleger, não se queixe. Está avisado.

Nos dá vergonha, nos enche de humilhação sua presença como candidata presidencial. Não viram vocês o debate, no primeiro turno, quando se tratou o tema da corrupção; Ela não tem nenhum pingo de moral nem de ética, nem sequer ficou corada. Não se dão conta, compatriotas? Ela está julgada pela promotoria por ser corrupta.

Amanhã nossa presidenta será mostrada, pelo mundo, como presumida corrupta. É o único que nos vai restar será baixar a cabeça e humilhar-nos, Ainda mais que já esteve presa pelos mesmos delitos. Se ela ganhar, adeus julgamentos e até nunca! Não há dúvida que cada povo tem o presidente que merece!

Em Chota, Cajamarca, no último debate, os justos e retos RONDEROS (*), segundo transcendeu, era de ineludível obrigação prendê-la, não por haver roubado uma galinha, mas que está julgada por milhões de dólares. Em tal caso não houvesse sido castigada com 40 chicotadas, como acostumam fazer os Ronderos cajamarquinos, mas sim passeá-la pelas ruas em “trajes menores” e que sirva como exemplo às futuras gerações e nunca mais volte a acontecer. 

Qual será a mensagem para nossos filhos, para nossas futuras gerações, eles nos condenarão dizendo: Por que elegeram uma presumida ladra? Qual é o exemplo que vocês nos deixam, ao elegê-la? Que autoridade têm para dar-nos exemplos de ética e valores? Se vocês mesmos a elegeram. Nos condenarão. Recorda, então compatriota: aquele que elege um ladrão, não é vítima, é cúmplice e é um mal exemplo para nossas gerações vindouras!

(*) Ronderos – membros do movimento comunitário de defesa surgido nos anos 1970 em Cajamarca.


*Colaborador de Diálogos do Sul, de Lima, Peru.


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na Tv Diálogos do Sul

 

Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Juan Verástegui Vásquez

LEIA tAMBÉM

Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei
José Raúl Mulino
Eleição no Panamá simboliza crise sistêmica que atinge democracia "representativa"
Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA