Pesquisar
Pesquisar

Comissão de Anistia seleciona consultor

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Especial-50-Anos-da-DitaduraA Comissão de Anistia está selecionando consultor, via PNUD, para produzir pesquisa, aproveitando-se das metodologias teórica, empírica e exploratória, a respeito da temática “Princípios e obrigações no tratamento de ARQUIVOS aos direitos humanos” nos países da América Latina integrantes da Rede Latino-Americana de Justiça de Transição (RLAJT), visando à promoção de insumos para fins de produção de relatório conclusivo, com vistas a subsidiar a geração de novas políticas públicas de reparação no âmbito da Comissão de Anistia com escopo na Justiça de Transição.

I – Requisitos obrigatórios (eliminatórios e classificatórios):
a) Formação mínima em nível de mestrado nas áreas de Ciências Humanas;
b) Experiência profissional de, no mínimo, 3 (três) anos em elaboração de textos analíticos, estudos técnicos, avaliação ou pesquisas;
c) Domínio dos idiomas espanhol e português, escrito e oral.
II – Requisitos desejáveis (classificatórios):
a) Formação acadêmica em nível superior ao mestrado;
b) Experiência na temática de violações de direitos humanos;
c) Experiência na temática da Justiça de Transição
d) Domínio do idioma inglês.
Valor total da consultoria: R$ 35.344,00. Abaixo link para a publicação no DOU do edital de seleção e o Termo de Referência (TOR), que encontra-se, na íntegra, disponível no site do Ministério, no link: http://www.justica.gov.br/Acesso/selecao-e-concursos
As inscrições vão até 1 de fevereiro de 2015, através do e-mail: projetoanistia@mj.gov.br


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Héctor Llaitul
Sem provas, justiça do Chile condenou líder mapuche Héctor Llaitul em prol de madeireiras
Palestina
Ocidente deveria se preocupar com massacre operado por Netanyahu livremente
Assange
Silêncio, imperialismo e guerra midiática: por que não podemos nos esquecer de Assange?
Prancheta 55
Reino Unido decide expulsar mais de 50 mil pessoas solicitantes de asilo para Ruanda