Pesquisar
Pesquisar

Cuba e Estados Unidos restabelecem relações

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

mercosur-400x240Mercosul cumprimenta Cuba por restabelecer com dignidade relações com os Estados Unidos

A presidenta argentina, Cristina Fernández, felicitou hoje em nome do Mercosul, ao povo cubano e seu governo por dar início a um processo de normalização das relações com Estados Unidos ‘com absoluta dignidade e em pé de igualdade”.

Fernández, que exerce a presidência pro tempore do Mercosul, que realiza sua XLVII reunião de cúpula semestral, enviou ‘imensas saudações e respeito à dignidade do povo cubano e seu governo que soube manter em alto seus idiais”.

“Parecia que não iriamos ver, mas, finalmente vimos”, disse a mandatária argentina ao referir-se a este momento que qualificou de ‘histórico”.

“Quando os povos têm vontade e são conduzidos por dirigentes que não traem, cedo ou tarde alcançam seus objetivos”, concuiu

Os governos de Estados Unidos e Cuba não têm relações diplomáticas desde 1961, e anunciaram nesta quarta-feira o início de um processo de diálogo para normalizar os laços diplomáticos.

Previamente o governo cubano libertou Alan Gross, um estadunidense que trabalhava para a agência de cooperação dos EUA e foi condenado em 2011 a 15 anos de cárcere por atividades subversivas, enquanto que três agentes cubanos condenados em 2001 por espionagem nos EUA também foram libertados.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Cuba
EUA tiram Cuba de lista sobre terrorismo: decisão é positiva, mas não anula sanções
ONU
Palestina como membro pleno da ONU: entenda os reflexos da resolução aprovada
Crise-drogas-EUA
EUA culpam cartéis do México por crise de drogas entre estadunidenses
Cartão Vermelho para Donald Trump...