Pesquisar
Pesquisar

Dia da Proteção de Dados: mega vazamento expôs informações de 220 mi de brasileiros

Brasil tem avanços no tema, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), de 2020, mas falta de regulamentação prejudica funcionamento da medida
Mariane Barbosa
Diálogos do Sul
São Paulo (SP)

Tradução:

Na última semana, um laboratório especializado em segurança digital da PSafe reportou um vazamento em massa, que pode ter exposto os dados de mais de 220 milhões de brasileiros.

No material exposto estão informações como nome, endereço, CPF, renda, conta bancária e até fotos com o rosto das pessoas.

O vazamento também inclui 40 milhões de CNPJs e dados de mais de 104 milhões de veículos. 

As informações estão sendo vendidas em pacotes na internet e podem ser utilizadas para compras no cartão de crédito, por exemplo. Muito grave, não? 

Especialistas em segurança digital recomendam que todos prestemos muita atenção às nossas movimentações bancárias nos últimos e nos próximos dias.

Brasil tem avanços no tema, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), de 2020, mas falta de regulamentação prejudica funcionamento da medida

Contabeis.com
Especialistas em segurança digital recomendam que todos prestemos muita atenção às nossas movimentações bancária

Hoje é celebrado o Dia Internacional da Proteção de Dados, e esse mega vazamento só reforça a importância da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), Lei nº 13.709/2018, que está em vigor desde setembro de 2020.

Porém, ainda faltam 153 pontos para serem regulamentados para que a lei funcione na prática. 

Isso mostra que ainda vivemos em uma sociedade que não valoriza a proteção dos dados dos cidadãos, nossos dados, mesmo que infrações como essa sejam comuns.

Não podemos esquecer que o direito à privacidade é considerado fundamental desde 1948, quando a ONU proclamou a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Mariane Barbosa jornalista da equipe de Diálogos do Sul

   

Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Mariane Barbosa

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização