Pesquisar
Pesquisar

Dia da Rússia: "celebramos nossa memória histórica e a construção de um futuro de paz"

O país não admite ataques hostis, a falsificação deliberada dos fatos históricos e da verdade, não se submete a pressões e tentativas de impor interesses externos
Andrei A. Guskov
Prensa Latina
Havana

Tradução:

Em 12 de junho nosso país celebra sua festa nacional. Neste dia, há 30 anos, em 1990, o Primeiro Congresso dos Deputados do Povo da República Socialista Federativa Soviética da Rusia (RSFSR) aprovou a Declaração de Soberania Estatal. A partir de 1992 celebramos esta data como o Dia da Rússia.

Para os russos esta festa significa não só as transformações radicais, complexas e mesmo um tanto dramáticas, dificuldades e importantes conquistas destes últimos decênios, como também todo o caminho histórico do Estado da Rússia, que mudou várias vezes de nome, mas conserva sempre seu núcleo – o povo multinacional, e seu sentido verdadeiro – ser autêntica Pátria, a casa para todos os cidadãos que vivem em seu território.

A Rússia contemporânea é a maior casa no mundo, para quase 147 milhões de habitantes. Contamos com mais de 200 nacionalidades e etnias, falamos uma centena de idiomas e dialetos, vivemos em duas partes do mundo – Europa e Ásia – e em 11 fusos horários, de Kaliningrado no Ocidente a Vladivostok no Extremo Oriente do país.

As diversas zonas climáticas e paisagens naturais, rica flora e fauna, as tradições multisseculares e particularidades culturais de certas regiões da Rússia criam um impressionante e único mosaico, onde seus elementos completam-se uns aos outros de maneira orgânica.

O país não admite ataques hostis, a falsificação deliberada dos fatos históricos e da verdade, não se submete a pressões e tentativas de impor interesses externos

Sputnik / Maxim Bogodvid
A Rússia contemporânea é a maior casa no mundo

Recuperação e desenvolvimento dinâmico

Nossa casa tem um fundamento sólido. Ao recuperar-se dos transtornos e das crises dos anos 90 do século passado, a economia russa passou a trilhar o caminho do desenvolvimento progressivo e dinâmico.

RECEBA NOSSO BOLETIM

A Rússia está entre os líderes mundiais no que se refere aos indicadores econômicos chave, inclusive o PIB a valores de paridade de poder aquisitivo (PPA), a extração de minerais, a produção e exportação de trigo, metais, maquinaria agrícola.

Nos últimos anos nos concentramos em reforçar a estabilidade macroeconômica. O orçamento federal voltou a ter superávit. Nossas reservas estatais ultrapassam de maneira considerável a dívida externa total.

O trabalho consecutivo do Governo resultou na estabilização de preços: no ano passado a inflação chegou a apenas 3%.

Forças de Segurança

As paredes de nossa casa são fortes. As Forças Armadas da Federação da Rússia estão bem treinadas e dotadas com equipamentos de nova geração. As conquistas do complexo militar-industrial nacional asseguram para as próximas décadas a defesa confiável dos limites externos de nosso país, inclusive os navais e aéreos.

Também é preciso considerar que todo o trabalho focado no aumento da capacidade defensiva tem um único objetivo: garantir a paz para proteger nosso desenvolvimento sustentável a longo prazo, garantir a segurança do estado e de seus cidadãos para que ninguém possa sequer pensar em agressão contra a Rússia ou tentar utilizar métodos de força para pressionar nosso país.

Educação e conquistas tecnológicas

Ano a ano nossa casa obtém mais andares, cresce para o espaço ultraterrestre que pela primeira vez na história foi visitado precisamente por nosso compatriota e onde seguimos mantendo posição destacada.

Aplicamos esforços para aproveitar as oportunidades de crescer, pôr em prática os setores de alta tecnologia e acomodar os rincões pouco acessíveis. Assim, a Rússia possui a única frota de quebra gelos atômicos no mundo cujo objetivo é cumprir a missão de garantir a presença nacional no Ártico e no Extremo Norte com o uso de avançadas conquistas na esfera nuclear.

Para o desenvolvimento com êxito de nosso país é fundamental fazer o melhor uso do potencial das gerações jovens que, sem dúvida, têm esse potencial: os alunos e estudantes russos têm ganho as prestigiosas olimpíadas internacionais de física, matemáticas, informática e cibernética.

Tecnologias da informação

Nossa casa está bem arrumada. Criamos uma amplíssima infraestrutura de televisão digital e rede de Internet, uma das mais modernas no mundo por suas características técnicas.

A Rússia é um dos poucos países que têm suas próprias redes sociais, aplicativos de mensagens, sistemas de busca e correio eletrônico, outros recursos nacionais de Internet.

Nosso país está na vanguarda no mundo no que se refere à produção e às exportações de programas software e às tecnologias da informação.

Relações internacionais

As portas de nossa casa sempre estão abertas para todos os interessados no fortalecimento da cooperação, estabelecimento dos laços econômico-comerciais, fomento das relações entre sócios.

Estamos dispostos a convidar nossos sócios à mesa para discutir qualquer assunto, mas este diálogo deve basear-se no respeito mútuo, igualdade de direitos, soberania, não intervenção nos assuntos internos, respeito às normas jurídicas internacionais.

De tal modo que a Rússia não admite ataques hostis contra ela, a falsificação deliberada dos fatos históricos e da verdade, não se expõe a pressão alguma e às tentativas de impor a vontade alheia.

Nossa política exterior responde aos interesses de um Estado forte, independente, que desempenha um papel importante nos assuntos internacionais como membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e se pronuncia ativamente pela formação de uma ordem mundial mais justa e democrática.

Cuba: Cooperação e fraternidade

Fomentamos o desenvolvimento de relações amistosas e construtivas com todos os nossos sócios. Enfatizamos especialmente o fortalecimento da cooperação com os quais, apesar de geograficamente distantes, temos espírito de fraternidade.

Entre tais países, claro, está Cuba. A Ilha da Liberdade é nosso sócio estratégico na região da América Latina e do Caribe; os vínculos alcançaram hoje o nível de desenvolvimento mais alto em toda sua história contemporânea.

Nossos países são aliados que cooperam estreita e efetivamente nos assuntos internacionais e que consolidam ativamente a interação nas esferas econômico-comercial, científico-técnica, cultural, humanitária e outras.

Um significado de princípio é dado ao diálogo político que está em processo de aprofundamento, inclusive no nível mais alto, que dá impulso ao desenvolvimento de todas as relações bilaterais.

Concluindo, quero felicitar no Dia Nacional da Rússia todos os meus compatriotas. No 75º ano da Vitória da Grande Guerra Pátria não se pode deixar de destacar a importância da memória histórica, a habilidade de apreciar o passado.

Ao mesmo tempo, a prioridade deve ser nosso futuro comum, o desenvolvimento contínuo do país e o aumento da qualidade de vida de nossos compatriotas. Para lograr este fim temos todos os meios, recursos e a convicção da certeza do caminho escolhido.

Andrei A. Guskov, Embaixador da Federação Russa na República de Cuba.

Prensa Latina, especial para Diálogos do Sul — Direitos reservados.

Tradução: Ana Corbusier


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Veja também


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Andrei A. Guskov

LEIA tAMBÉM

Netanyahu
Pouco há para comemorar na decisão da Corte Penal Internacional contra Netanyahu
Nationale Sozialisten,Demonstration,Recht auf Zukunft,Leipzig,17
Conluio da extrema-direita realizado em Madri é só a ponta do iceberg
EUA-fentanil
A DEA, a ofensiva contra o México, o fentanil e os mortos por incúria
Wang-Wenbin-China
China qualifica apoio dos EUA a separatismo em Taiwan como “grave violação” e exige retratação