Pesquisar
Pesquisar

Diálogos do Sul subscreve repudio ao massacre na Nicarágua

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Novo_logo_CEAAL2012colorO Conselho de Educação Popular de América Latina e Caribe – Ceaal, através de seu coletivo Nicarágua, expressa solidariedade com as famílias das vítimas dos ataques criminosos de 19 de julho passado, perpetrados contra duas caravanas de ônibus que transportava pessoas que regressavam a seus lares depois de celebrar o 35 aniversário da caída da ditadura somozista.

Repudiamos os dois atentados terroristas que causaram dor, sangue, morte, tristeza e luto nas famílias das vítimas e no país. Tivemos conhecimento pelos meios de comunicação que cinco pessoas foram assassinadas e 19 estão feridas.

Pela vida das e dos nicaraguenses, pela paz na Nicarágua, esperamos que atos desta natureza não se repitam, nem nenhum outro que atente contra a vida das pessoas, seus direitos e liberdades.

Fazemos um apelo às autoridades correspondentes para que investiguem e encontrem os culpados esse ato criminoso. Confiamos que se fará justiça com as vítimas, suas famílias e Nicarágua.

Manágua, 21 de julho de 2014

Diálogos do Sul subscreve essa nota de repúdio

 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei
José Raúl Mulino
Eleição no Panamá simboliza crise sistêmica que atinge democracia "representativa"
Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA