Pesquisar
Pesquisar

Díaz-Canel anuncia lockdown “radical” em Cuba: “Não é hora de abaixar a guarda para o vírus”

Por meio de suas redes, o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, afirmou que o mês de abril iniciou "de maneira alarmante"
Marcelo Hailer
Desacato
São Paulo (SP)

Tradução:

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, anunciou na manhã desta terça-feira (6), por meio de suas redes sociais, que o mês de abril “iniciou de maneira alarmantes com mais de mil infecções por dia” e que, portanto, “medidas mais drásticas de fechamento” serão aplicadas. 

Alarmante início de abril, com uma média diária de mais de mil casos, a maioria em Havana. Nas próximas horas, haverá medidas de fechamento mais drásticas, como antes do primeiro surto de Covid19. A baixa percepção de risco é o maior perigo”, disse Canel. 

O presidente cubano também destacou que “mais de 90 mil voluntários já recebem a segunda dose de Soberana”, a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo governo de Cuba. Mesmo assim, o mandatário destacou que ainda não é hora de abaixar a guarda para o vírus.

Por meio de suas redes, o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, afirmou que o mês de abril iniciou "de maneira alarmante"

Reprodução: Winkiemedia
O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel

“Mais de 90 mil voluntários já recebem uma segunda dose de # Soberana02 e #Abdala. Ao mesmo tempo, um estudo de intervenção controlado continua com milhares de outros cubanos. Esforço extraordinário que merece uma resposta popular mais responsável

Por fim, presidente cubano destacou que levará meses para que a população de Cuba esteja imunizada. “Levará meses para #Cuba ser totalmente imunizado. Não basta colocar o ombro. Ação responsável deve ser tomada. “Para o bem das nossas famílias e da Pátria: distanciamento, higiene e máscaras”, disse Miguel Díaz.


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na Tv Diálogos do Sul


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Marcelo Hailer

LEIA tAMBÉM

Javier_Milei
Milei bloqueia 5 mil ton de comida, deixa mais pobres com fome e inflama revolta na Argentina
Héctor Llaitul
Sem provas, justiça do Chile condenou líder mapuche Héctor Llaitul em prol de madeireiras
protestos-peru
Cleptocracia, ignarocracia, bufocracia: o declínio do substantivo "democracia" no Peru
Bolivia-guerra-hibrida-eua (1)
Guerra híbrida na Bolívia entra em nova fase e EUA querem "mudança de regime" até 2025