Pesquisar
Pesquisar

Entenda por que tributar os super-ricos é a melhor solução para reconstruir o Brasil

Oito propostas de leis tributárias que isentam os mais pobres e as pequenas empresas, fortalecem Estados e Municípios e geram acréscimo na arrecadação
Ladislau Dowbor
Diálogos do Sul
São Paulo (SP)

Tradução:

Finalmente temos uma proposta tributária tecnicamente coerente, apresentada por uma rede de instituições especializadas, Federação Nacional do Fisco entre outras, que visa um sistema mais justo no sentido da progressividade do imposto, e mais produtivo ao favorecer a base da população e as pequenas empresas, e ao tributar grandes fortunas.

A proposta que hoje tramita no Congresso apenas simplifica alguns procedimentos, e visa manter os privilégios.

O documento síntese da nova proposta é simples, não é preciso ser economista para entender o que faz sentido.

É uma questão essencial para o Brasil, e se trata do nosso dinheiro.

Oito propostas de leis tributárias que isentam os mais pobres e as pequenas empresas, fortalecem Estados e Municípios e geram acréscimo na arrecadação

Pixabay / Ikzmiranda
A proposta que hoje tramita no Congresso apenas simplifica alguns procedimentos, e visa manter os privilégios.

Uma reforma tributária que faz sentido

Oito propostas de leis tributárias que isentam os mais pobres e as pequenas empresas, fortalecem Estados e Municípios, geram acréscimo na arrecadação estimado em R$292 bilhões e incidem sobre as altas rendas e o grande patrimônio, onerando apenas os 0,3% mais ricos.

Serviço

Tributar os super-ricos para reconstruir o país.
Vário Autores / AFD, ANFIP, FENAFISCO, IJF, Sindifisco Nacional. 2020 (28p.).

Acesse em: http://www.fenafisco.org.br/images/pdf/Documento_Sintese.pdf?_t=1595954506

Ladislau Dowbor, colaborador da Diálogos do Sul

As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Veja também


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Ladislau Dowbor

LEIA tAMBÉM

crise-humanitaria-iemen
“Economia inclusiva” é hipocrisia do FMI para preservar capitalismo frente à desigualdade global
Mercado de Sucre, na Bolívia
Por que alimentos no Brasil estão caros e na Bolívia, baratos? Segredo está no pequeno produtor
Javier_Milei_and_Santiago_Abascal_(cropped)
Superávit de Milei é ilusionismo contábil: a verdade sobre a economia Argentina
Desigualdade_FMI_Banco-Mundial
Em Washington, Brasil adverte: FMI e BM seguem privilegiando EUA e outros países poderosos