Pesquisar
Pesquisar

Envenenando pela (Tv) Cultura

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Monsanto1A Monsanto, uma das maiores envenenadoras do planeta, esta envenenando a nossa Cultura, neste caso através de anúncios veiculados na TV Cultura, uma “televisão pública”, de caráter educativo. São anúncios institucionais que falam das “bondades” da transnacional, vendendo uma imagem de que ela “colabora” para a cultura e o desenvolvimento do país.

A Monsanto é identificada no mundo inteiro como predadora, ecocida e genocida, destituída absolutamente de qualquer vestígio de ética. Produtora de sementes de cereais transgênicos e de herbicidas que matam as ervas preservando o cereal. O agente laranja que assassinou a floresta e o povo do Vietnam é também um agente cancerígeno. Ao ser espalhado sobre extensas plantações eles contaminam as terras agrícolas vizinhas bem como as cidades próximas. Que a TV Cultura, televisão educativa e pública, veicule propaganda da Monsanto é o absurdo dos absurdos. Onde foi parar a ética de seus mantenedores, ou seja, o Estado? O Conselho Curador da Fundação estará de acordo com isso? Se estiver, é o fim…. estaremos diante da execução da sonhada estratégia dos entreguistas de acabar com a TV pública, deixar tudo nas mãos sujas e sem ética do deus mercado. Tudo sob a batuta do seu atual presidente Marcos Mendonça,

O Sindicato dos Jornalistas e demais entidades da sociedade organizada deveriam acionar o Ministério Público para acabar com a farra e preservar o que temos de melhor como meio de comunicação no Brasil.

 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

LEIA tAMBÉM

Lopez-Obrador-Claudia-Sheinbaum (2)
Eleições no México: sob legado de Obrador, esquerda caminha para vitória com Claudia Sheinbaum
Cópia de DIREITA TERÁ FORÇA PARA DERROTAR CONSTITUIÇÃO(124)
Roberto Requião: Saí do PT porque adotaram liberalismo econômico do Guedes
Luis Abinader
Política de Abinader contra refugiados do Haiti é contradição que ameaça economia dominicana
Carlos Rodríguez
"Milei provocou uma das recessões mais rápidas e profundas da história", diz ex-braço direito