Pesquisar
Pesquisar

Escola Sem Partido: Cuide do presente para que seu filho tenha futuro

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Editorial

Professores, autores e atores, pintores e escritores, gente relacionada à criação em qualquer de suas manifestações; isso é muito grave!

Leiam a matéria do Pimentel Neto, sobre o projeto do Deputado estadual Aldo Demarchi (DEM) que está tramitando na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo para impor a todo estado de São Paulo a ideologia do movimento “Escola sem Partido”.

Escola sem partido. O que é isso? Eles querem calar a boca e amarrar as mãos dos que olham crítica e criativamente a realidade. Caso seja aprovada, a nova lei, por exemplo, estimulará qualquer professor à anonimamente denunciar um colega se achar que ele violou a lei. Quem e com quais critérios avaliará criticamente a realidade? Os critérios e punições serão aplicáveis aos professores que praticarem o proselitismo religioso?  

Como aprovar uma Lei federal, provocaria muita repercussão, então estão trabalhando no nível dos municípios e dos estados. Em Jundiaí, cidade que está a cerca de 60 quilômetros da capital,  e em vários municípios as Câmaras Municipais já aprovaram leis similares. Em Jundiaí, a lei está suspensa por uma ordem judicial, mas se o projeto do Demarchi for aprovado, a medida valerá para todos os municípios de São Paulo, e provavelmente será seguido pelos demais Estados.

 

Depois de uma Lei como essa, o que virá?

 

Certamente queimarão os livros que são críticos aos políticos… Vão colocar na ilegalidade os partidos que não concordam com eles. Eles quem? Quem é que está por trás de tudo isso? Cuidado, se um seu vizinho, ou um colega de trabalho, ou de sala de aula não for com sua cara e o denunciar você amargará prisão de primeira instância, sem julgamento. Isso que está embutido nessa lei não é o ovo da serpente. É o próprio mal travestido de democracia.

Temos que barrar o mal antes que seja tarde!


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Gustavo Petro
Violação dos acordos de paz: entenda por que Petro vai denunciar a própria Colômbia na ONU
Haiti
Haiti: há pelo menos 20 anos comunidade internacional insiste no caminho errado. Qual o papel do Brasil?
Betty Mutesi
“Mulheres foram protagonistas na reconstrução da paz em Ruanda”, afirma ativista Betty Mutesi
Colombia-paz
Possível retomada de sequestros pelo ELN arrisca diálogos de paz na Colômbia