Pesquisar
Pesquisar

Especialista iraniano desvenda mito sobre invencibilidade militar dos EUA

Hassan Shemshadi disse à Sputnik que mais uma vez o mito da invulnerabilidade, da excelência e grandeza do poder militar estadunidense foi desmascarado
Redação Sputnik Brasil
Sputnik Brasil
Brasília (DF)

Tradução:

O Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã (IRGC, na sigla em inglês) anunciou ter assumido o controle sobre drones americanos que sobrevoam o território sírio e iraquiano e extraído informações exclusivas deles.

“De sete a oito drones que faziam voos constantes sobre a Síria e o Iraque estão sobre nosso controle. Nós monitoramos a inteligência deles e pudemos obter informação deles em primeira mão”, disse o comandante das forças aeroespaciais do IRGC, Amir Ali Hajizadeh.

Leia também:
Diálogos do Sul lança campanha de assinaturas colaborativas no Catarse

Além disso, também foi publicado um vídeo mostrando os estadunidenses destruindo um drone MQ-9 Reaper a 10 km de sua base, e sobre terceiros assumindo o controle do aparelho.

O especialista militar iraniano Hassan Shemshadi disse à Sputnik que este caso revela mais uma vez o mito da invulnerabilidade, da excelência e grandeza do poder militar estadunidense.

“Apesar da declaração de Amir Ali Hajizadeh ter sido feita agora, o Irã já conduziu manobras semelhantes em várias ocasiões”, disse o perito, adicionando que em anos anteriores, “quando a Força Aérea dos EUA operava na região [Síria, Irã e Afeganistão] e seus drones de espionagem manobravam constantemente perto das fronteiras do Irã, especialistas da divisão aeroespacial do IRGC monitoravam meticulosamente todos os movimentos desses drones e possuíam informações completas e precisas sobre suas rotas, objetivos e natureza de suas atividades de inteligência”

Para Shemshadi, que também é correspondente de guerra na Síria e Iraque, as Forças Armadas do Irã decidiram tornar públicas essas manobras para “mostrar como são falsas as declarações dos EUA sobre a superioridade do seu equipamento de reconhecimento supostamente impenetrável, que [alegadamente] não pode ser apreendido ou controlado por ninguém”.

O correspondente recorda que, alguns anos atrás, especialistas iranianos conseguiram criar um análogo de um drone dos EUA espião, após antes terem capturado e estudado em detalhes um destes aparelhos.

Isso foi um duro golpe na reputação da Força Aérea estadunidense, que havia declarado a invencibilidade da sua tecnologia de combate, conta o analista.

“Além do mais, no ano passado, o comando do IRGC também publicou um vídeo no qual ficou claro que os [iranianos] estavam rastreando drones estadunidenses que acompanhavam os combatentes do Daesh [também conhecido como Estado Islâmico, grupo terrorista proibido na Rússia e em vários países] na Síria e no Iraque e lhes forneciam apoio logístico. Portanto, esta publicação nos mostra principalmente o progresso técnico, capacidades e profissionalismo do jovem Exército iraniano”, afirmou Shemshadi.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Sputnik Brasil

LEIA tAMBÉM

Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei
José Raúl Mulino
Eleição no Panamá simboliza crise sistêmica que atinge democracia "representativa"
Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA