Pesquisar
Pesquisar

EUA vão usar Cúpula das Américas para golpe contra Venezuela, denuncia Evo Morales

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

O presidente do Estado Plurinacional da Bolívia, Evo Morales, denunciou, no último sábado (17), que um grupo de países, com a tutela do Governo dos Estados Unidos, pretende converter a VIII Cúpula das Américas — que será celebrada em abril em Lima, no Peru— em um instrumento golpista contra a Venezuela.
Por Resumen Latinoamericano

Esta intensão foi rechaçada de maneira enérgica pelo mandatário boliviano, que, em sua conta do Twitter acrescentou que todo isso responde ao plano intervencionista do presidente estadunidense, Donald Trump.

“Recusamos que um grupo minoritário de países, dirigidos pela obsessão intervencionista de Trump, queira converter a Cúpula das Américas em um instrumento de golpismo contra a Venezuela. Agredir um presidente eleito democraticamente é agredir o povo que o elegeu”, escreveu o mandatário. Nesse sentido, o presidente boliviano alertou que o governo dos Estados Unidos tenta justificar o plano golpista contra a Venezuela com a suposta defesa da democracia.

“A política intervencionista dos EUA  usa como desculpa a defesa da democracia, mas fomenta golpes e violações de direitos humanos em países que não se submetem a seus desígnios. Antes, financiavam ditaduras militares. agora, desestabilizan governos democráticos e os acusam de ditaduras”, disse  em sua rede social.

Morales lembrou que “durante a Guerra Fría, os Estados Unidos financiaram ditaduras do Plano Condor que assassinaram trabalhadores e indígenas acusados de serem comunistas vermelhos. No neoliberalismo, os Estados Unidos nos acusam de sermos terroristas e narcotraficantes. Agora, que governamos com apoio do povo, nos acusam de ditadura”.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Javier_Milei
Milei bloqueia 5 mil ton de comida, deixa mais pobres com fome e inflama revolta na Argentina
Héctor Llaitul
Sem provas, justiça do Chile condenou líder mapuche Héctor Llaitul em prol de madeireiras
protestos-peru
Cleptocracia, ignarocracia, bufocracia: o declínio do substantivo "democracia" no Peru
Bolivia-guerra-hibrida-eua (1)
Guerra híbrida na Bolívia entra em nova fase e EUA querem "mudança de regime" até 2025