Pesquisar
Pesquisar

Evo Morales proporá a Unasul levar os EUA aos tribunais internacionais

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Evo Morales1O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou nesta terça feira (6) que prevê propor, na próxima reunião da União Sul-americana de Nações (Unasul), levar os Estados Unidos a tribunais internacionais para fazer com que os direitos humanos sejam respeitados.

Em uma entrevista ao jornal local La Razión, o presidente explicou que essa determinação busca impedir a repetição de incidentes como o ocorrido a ele na Europa, quando vários países cancelaram a permissão de voo de seu avião, uma decisão que a Bolívia atribui à Casa Branca.

“Vou propor na próxima reunião da Unasul que todos os presidentes definamos levar (os Estados Unidos) aos tribunais internacionais para fazer respeitar os direitos humanos, os tratados internacionais. Essa ação está fundamentada para que nunca mais ocorra (o que me ocorreu) com nenhum presidente do mundo”, disse.

Morales assegurou que, mesmo sendo possível uma restauração dos embaixadores entre os dois países (a Bolívia expulsou o representante dos EUA em 2008), as relações entre Washington e La Paz estarão baseadas na desconfiança.

Justice Gavel“Há uma visão sobre os Estados Unidos, de soberba, de submissão, de uso geopolítico da região com fins monopólicos… Isto nunca vai mudar (…) Podemos restabelecer embaixadores, de formalidade, mas não vai ser de confiança”, assegurou.

Morales expressou que no início confiava no presidente Barack Obama ter vindo de um setor discriminado, mas depois se desfez essa esperança de uma melhora na nação nortista.

“Eu tinha muita confiança em Obama, que vem de um setor discriminado. Não posso entender que esse discriminado discrimine um discriminado”, comentou.

Bolívia e Estados Unidos mantêm suas relações diplomáticas ao mínimo nível desde 2008, quando Morales expulsou o então embaixador Philip Goldberg e a Agência Antidrogas (DEA) desse país.

a Paz, 6 ago (Prensa Latina)


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei
José Raúl Mulino
Eleição no Panamá mostra crise sistêmica que atinge democracia "representativa"
Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA