Pesquisar
Pesquisar

Expressão Nacional discute o audiovisual brasileiro

João Baptista Pimentel Neto

Tradução:

João Baptista Pimentel Neto*

Nas discussões do novo acordo de livre comércio entre Estados Unidos e Europa, o principal entrave é a proteção do mercado audiovisual europeu — reivindicação do governo francês, que não abre mão do espaço de seus filmes nos cinemas e na televisão.  Este é o tema do Programa Expressão Nacional que será exibido nesta terça-feira, às 21h30, pela Tv Câmara.

Aqui no Brasil, o mercado audiovisual ainda não tem esse nível de atenção, não é tratado pela sociedade como nos Estados Unidos e França. Alguns especialistas defendem que a Lei Rouanet seja modificada, porque hoje as empresas ganham com a isenção de impostos e com a publicidade, além de decidirem quais são os projetos culturais que merecem investimento. Outros acham que é necessário melhorar a distribuição de filmes brasileiros e a abertura de cinemas em todos os estados.

João Baptista Pimentel Neto entende que o país precisa colocar este tema na agenda política do país.
João Baptista Pimentel Neto entende que o país precisa colocar este tema na agenda política do país.

O Presidente do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, João Baptista Pimentel Neto entende que o país precisa colocar este tema na agenda política do país. “É preciso que o Governo, o Congresso Nacional e a sociedade entenda que o desenvolvimento da indústria do audiovisual é estratégica, quer do ponto de vista ecônomico, como do ponto de vista cultural. Afinal, não é a toa que os EUA dedique tanta atençao ao assunto. Neste contexto, apesar dos avanços proporcionados pela aprovação da Lei 12.485 – que estabelece quotas para exibição da produção nacional independente nas Tvs por assinatura – temos ainda muito que fazer, como por exemplo, determinar que também as Tvs que exibem em rede aberta cumpram cotas mínimas, uma vez que a programação destas emissoras contempla quase que exclusivamente filmes produzidos nos EUA” – opinou.
Pimentel destacou também que é urgente a ampliação do mercado de salas de exibição, a apliação do percentual da cota de exibição de produções brasileiras neste circuito e a aprovação de legislação que não permita a ocupação predatória destas salas por grandes produções norte americanas. “Sem uma legislação clara e impositiva é impossível concorrer com os grandes estúdios hollywoodianos e é quase surreal quando sabemos que por ocasião de grandes lançamentos, dois ou três filmes americanos ocupem simultaneamente mais de 80% das salas de exibição disponíveis” – declarou.
Você pode mandar perguntas para o expressaonacional@camara.leg.br, para o 0800-619619 e para o twitter@xnacional.
Serviço
Expressão Nacional
O Expressão Nacional aborda os grandes temas brasileiros. Representantes do governo federal, da sociedade civil organizada e deputados debatem ao vivo e de forma aprofundada assuntos como economia, política externa, meio ambiente e tecnologia, entre outros. Opiniões que podem influenciar a tramitação dos projetos enviados ao Congresso Nacional. O público participa enviando perguntas, respondidas ao vivo pelos convidados. Este programa dispõe de legenda oculta, na versão exibida na TV Câmara.

Estreia: Terça, às 21h30, AO VIVO.

Reprises: Quinta, às 4h, às 8h30 e às 19h; Sexta, às 11h e às 19h; Sábado, às 3h30; Domingo, às 5h30.

Fonte: Tv Câmara.

As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
João Baptista Pimentel Neto Jornalista e editor da Diálogos Do Sul.

LEIA tAMBÉM

Questão-racial-Brasil (1)
Lima Barreto, 13 de maio e a questão racial no Brasil
ASTROJILDOPEREIRA-MGLIMA-2023-OK
O marxismo de Astrojildo Pereira, fundador do Partido Comunista do Brasil (PCB)
Hipátia de Alexandria
O assassinato de Hipátia de Alexandria, a mulher filósofa
Karl Marx (2)
Homem do Milênio, Karl Marx vive na memória de milhões em todo mundo