Pesquisar
Pesquisar

Iniciativa transforma estudantes em protagonistas na comunicação entre escola e comunidade

Projeto tem cem agências de notícias em funcionamento: “eles cobrem os grandes eventos da cidade a partir dos questionamentos deles”, diz coordenador
Mariane Barbosa
Diálogos do Sul Global
São Paulo (SP)

Tradução:

Em entrevista à TV Diálogos do Sul, Carlos Lima, do Núcleo de Educomunicação da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, fala sobre o “Imprensa Jovem”, projeto de produção jornalística multimídia criado em 2005. 

Com o programa, cerca de 2,5 mil estudantes se tornaram protagonistas na ampliação dos canais de comunicação entre a escola e a comunidade.

Projeto tem cem agências de notícias em funcionamento: “eles cobrem os grandes eventos da cidade a partir dos questionamentos deles”, diz coordenador

Foto – Mayke Toscano
Educomunicação – Mário Augusto Amorim

Na conversa com o editor Paulo Cannabrava, que aconteceu na Conferência São Paulo Sua, Carlos conta a história do projeto, que atualmente conta com aproximadamente cem agências de notícias em funcionamento nas escolas de Ensino Infantil e Fundamental da capital paulista.

“Os meninos do imprensa jovem, chamados 'alunas e alunos repórteres', fazem um papel fantástico na educação, porque eles pautam assuntos de interesse deles, produzem vídeos, podcasts, textos para blog, fotografam, cobrem os grandes eventos da cidade a partir do olhar e dos questionamentos deles”, explica o coordenador.

Confira o vídeo completo em nosso canal do YouTube:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Mariane Barbosa

LEIA tAMBÉM

Héctor Llaitul
Sem provas, justiça do Chile condenou líder mapuche Héctor Llaitul em prol de madeireiras
Palestina
Ocidente deveria se preocupar com massacre operado por Netanyahu livremente
Assange
Silêncio, imperialismo e guerra midiática: por que não podemos nos esquecer de Assange?
Prancheta 55
Reino Unido decide expulsar mais de 50 mil pessoas solicitantes de asilo para Ruanda