Pesquisar
Pesquisar

Irresponsáveis declarações do vice-presidente da Guatemala

Ilka Oliva Corado

Tradução:

Não reconheço o senhor Cabrera como vice-presidente do meu país. Nem ele nem nenhum membro do gabinete da corrupção que infestou o governo da Guatemala.

Ilka Oliva Corado*

Ilka-Oliva-Corado2Por haver aproveitado o rio revolto das manifestações de 2015, ele é vice-presidente da Guatemala, um posto não merecido, demasiado grande para uma pessoa que não respeita seu povo. Não é digno do lugar que ocupa. Ele e toda a quadrilha que infesta o Estado da Guatemala não representam nosso país, representam uma mínima parte que votou pela continuidade dos saques, das empresas transnacionais, dos feminicídios, das limpezas sociais, da corrupção e do neoliberalismo; do patriarcado, do machismo e da misoginia no país.

Um gabinete de marionetes que se atreveu a deixar de respeitar seu povo, que abusa dele, tortura-o e o faz desaparecer. Um clã de ingratos que se atreveu à injúria e à desonra.

Quisera o senhor Cabrera ter a coragem dos guatemaltecos que migram sem documentos
Quisera o senhor Cabrera ter a coragem dos guatemaltecos que migram sem documentos

Há que explicar claramente ao senhor Cabrera que a migração de guatemaltecos para os Estados Unidos é forçada; são obrigados a abandonar seu lugar de origem e abandonar tudo para salvar suas vidas, para buscar teto e comida em outras terras, porque o governo da Guatemala é um Estado falido, corrupto e um saqueador que se esqueceu das suas funções básicas. Não há maior culpado dessas migrações que o Estado. As migrações são forçadas e em lugar de ocultá-las, o senhor Cabrera deveria expor a mediocridade de seu governo ante a dignidade dos migrantes.

Quisera o senhor Cabrera ter a coragem dos guatemaltecos que migram sem documentos, gostaria de ter o valor para empreender uma façanha como essa, de ter a dignidade de milhares de migrantes que vivem nos Estados Unidos porque seu país de origem lhes negou a vida. A vida.

O governo atual é um exército de vassalos, que não merece o povo da Guatemala e não merece os migrantes que os honram no estrangeiro. Por isso é urgente que estes personagens não apresentáveis saiam do governo, é urgente uma mudança radical no país. Já é tempo da Guatemala ter uma oportunidade.

Escrevo estas letras em nome de milhares de guatemaltecos que trabalham três turnos de segunda a domingo, para poder enviar as remessas que mantêm o país à tona. Porque são eles os que mantêm respirando a Guatemala, são eles, esses migrantes que foram expulsos, os que levantam a cabeça e enfrentam tudo pelo seu país. Não essa horda de intrometidos, corruptos, oportunistas e vassalos que infestaram o governo do país.

Que saiba o senhor Cabrera, que os migrantes indocumentados dignificam a Guatemala no exterior, algo que não tem podido fazer o governo. Um governo inoperante que é incapaz de dar as condições para um retorno em massa de conacionais e muito menos para deter as migrações forçadas. Que saiba o senhor Cabrera que suas declarações são vergonhosas e deploráveis, dignas de um bando criminoso que mais cedo do que tarde será exposto nas praças do país e enfrentará a justiça.

Que aprenda modos e respeito o senhor Cabrera e que saiba que cada vez que fale de migrantes indocumentados tem que lavar a boca com sabão e pedra-pomes, porque são eles os que dão de comer a ele e a sua família.

*Colaboradora de Diálogos do Sul, do território de Estados Unidos  – escreveu  este artigo como respostas às declarações do vice-presidente da de Guatemala, com respeito ao cancelamento de DACA nos  Estados Unidos;  como saberão, o governo que há na Guatemala esconde em relação aos migrantes. O senhor declarou que não são migrações forçadas e que os migrantes vão porque querem…

Jafeth Cabrera: Migrantes se han ido de Guatemala porque han querido


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Ilka Oliva Corado Nasceu em Comapa, Jutiapa, Guatemala. É imigrante indocumentada em Chicago com mestrado em discriminação e racismo, é escritora e poetisa

LEIA tAMBÉM

Carlos Rodríguez
"Milei provocou uma das recessões mais rápidas e profundas da história", diz ex-braço direito
Embajada_de_México_en_Ecuador
México pede medidas cautelares devido à invasão da embaixada em Quito e CIJ rejeita
Luis-Abinader
Haiti gravita sobre o novo mandato dominicano de Luis Abinader
Javier_Milei
Milei bloqueia 5 mil ton de comida, deixa mais pobres com fome e inflama revolta na Argentina