Pesquisar
Pesquisar

Líderes mundiais felicitam Cuba e manifestam admiração pelo 61º aniversário da Revolução

"Numerosas mensagens internacionais felicitam Cuba; não estamos sozinhos, o mundo admira o valor do nosso povo", afirmou o presidente cubano, Díaz-Canel
Redação Sputnik Brasil
Sputnik Brasil
Rio de Janeiro (RJ)

Tradução:

“Numerosas mensagens internacionais felicitam Cuba pelo 61º ano da Revolução; Cuba não está sozinha, o mundo admira o valor do nosso povo, sua resistência e dignidade heróica”, disse o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel .

Havana recebeu diversos cumprimentos pelo aniversário revolucionário. O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, descreveu a ilha caribenha como “a mãe das revoluções latino-americanas e um exemplo de dignidade para o mundo”.

Outra mensagem de destaque foi enviada pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, que descreveu as relações bilaterais como “muito dinâmicas” e expressou a esperança de fortalecer ainda mais a parceria estratégica entre as duas nações.

"Numerosas mensagens internacionais felicitam Cuba; não estamos sozinhos, o mundo admira o valor do nosso povo", afirmou o presidente cubano, Díaz-Canel

cubaminrex
Presidente cubano, Miguel Díaz-Canel

Em sua mensagem, o presidente russo também destacou a expansão do diálogo político entre Havana e Moscou e a elaboração de projetos conjuntos “promissores” nos campos de energia, transporte, infraestrutura industrial e treinamento de pessoal.

Presidente Vladimir Putin’s / kremlin.ru/multimedia

Também houve mensagens do Vietnã, Nicarágua e da Coreia do Norte. O primeiro ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, cumprimentou as autoridades cubanas

Em 1º de janeiro de 1959, o líder revolucionário Fidel Castro derrubou a ditadura do general Fulgencio Batista (1952-1958).


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Sputnik Brasil

LEIA tAMBÉM

Gustavo Petro
Violação dos acordos de paz: entenda por que Petro vai denunciar a própria Colômbia na ONU
Haiti
Haiti: há pelo menos 20 anos comunidade internacional insiste no caminho errado. Qual o papel do Brasil?
Betty Mutesi
“Mulheres foram protagonistas na reconstrução da paz em Ruanda”, afirma ativista Betty Mutesi
Colombia-paz
Possível retomada de sequestros pelo ELN arrisca diálogos de paz na Colômbia