Pesquisar
Pesquisar

Manaus é sede do Fórum Social Mundial da Biodiversidade 2015

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Conv.-LançamentoAliança RECOs – Redes de Cooperação Comunitária Sem Fronteiras, está convocando a todas as redes, organizações e movimentos sociais do Brasil, América Latina e dos demais continentes para que participem do processo de mobilização e organização d mais este momento de luta por outro mundo possível.

Na quarta-feira, 07/01, ocorreu o Lançamento do Fórum Social Mundial da Biodiversidade na Assembleia Legislativa do Amazonas – FSMBIO 2015. O evento tem como foco a reflexão sobre o clima, agroecologia, meio ambiente, mercado de trabalho, biodiversidade e água. O Brasil através de seus movimentos sociais tem sido palco destes debates e mobilizações, sendo a etapa Manaus preparatória ao Fórum Social Mundial na Tunísia em março de 2015 e o próximo COP na França em dezembro de 2015.
O evento contou com a participação de militantes da causa ambiental, pesquisadores, professores e estudantes. “A participação neste Fórum trás um olhar significativo para a Amazônia, para Manaus e nós estudantes que estamos em constante debate nas Universidades devemos nos dispor a construir juntos/as as políticas públicas necessárias com ações transformadoras para o novo mundo possível”, afirmou Samara Daniele, Diretora de Meio Ambiente da União Estadual dos Estudantes – UEE/AM.
O evento que teve seu lançamento oficial nesta quarta-feira (07/01) na Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas, ocorrerá nos dias 26 a 30 de janeiro em Manaus -AM. A abertura no dia 26 será às 19h (Manaus) no Auditório do Parque do Mindú.??As inscrições estão divididas em três categorias: pessoas físicas no valor de R$ 10,00, movimento e instituições locais no valor de R$100,00, movimentos e instituições nacional no valor de R$ 150,00 e movimentos e instituições internacionais no valor de R$200,00. O depósito deve ser realizado na conta Banco do Brasil, Agência 1249-1, conta corrente 048.338-9.

Conheça um pouco mais sobre o FSMBIO

O Fórum Social Mundial da Biodiversidade – Manaus 2015 é um espaço aberto de encontro para a reflexão, do debate democrático de ideais, a formulação de propostas, troca de experiências e da articulação para ações eficazes, de entidades e movimentos da sociedade empenhadas na construção de uma sociedade planetária orientada a uma relação fecunda entre os seres humanos e destes com a Terra.
O encontro articula demandas dos movimentos sociais com foco nas seguintes ações 1- Mudanças Climáticas e Direitos Humanos; 2 – Bacias Hidrográficas como base de planejamento; 3 – Agroecologia; Segurança e Soberania Alimentar; 4 – Biodiversidade; Bioética e o outro mundo possível 5 – Trabalho Decente e Transição Justa: Meio Ambiente sob a perspectiva sindical.
O Fórum estimula as entidades e movimentos que dele participam a situar suas ações, do nível local ao nacional e buscando uma participação ativa nas instâncias internacionais, como questões de cidadania planetária, introduzindo na agenda global as práticas transformadoras que estejam experimentando na construção de um mundo novo solidário.
O Brasil através de seus movimentos sociais tem sido palco destes debates e mobilizações. Sendo a etapa Manaus preparatória ao FSM da Tunísia em março de 2015 e o próximo COP na França em dezembro de 2015.

Contatos:
Christian Braga – (92) 99100-3466
Paulo Trindade – (91) 99258-5219
Contatos: www.facebook.com/2015manaus
fsma.am2015@gmail.com
Telefones: (55.92) XX 98280-6457; 99421-3993; 99235-2759; 99924-4088; 99465-5110
Fórum Social Mundial da Biodiversidade Manaus 2015
26 a 30 de janeiro de 2015 – Manaus/Amazonas/Brasil
OUTRO MUNDO POSSÍVEL!
Rumo à Tunísia


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri
Xi Jinping - Putin
Encontro de Xi e Putin fortalece relação histórica e aliança contra ofensiva “dupla” dos EUA
Alvaro-Uribe
Colômbia: Uribe pode ser condenado a 12 anos de prisão em julgamento por suborno e fraude
Gustavo Petro
Violação dos acordos de paz: entenda por que Petro vai denunciar a própria Colômbia na ONU