Pesquisar
Pesquisar

Membros do Partido Verde propõem eliminar o termo “raça” da Constituição alemã

Representantes de vários partidos e o governo federal na Alemanha apoiaram a proposta
Redação Prensa Latina
Prensa Latina
Berlim

Tradução:

Representantes de vários partidos e o governo federal na Alemanha apoiaram uma proposta para eliminar o termo “raça” da Constituição. 

A chanceler federal Angela Merkel, por exemplo, disse que estava aberta a um debate sobre a supressão do termo no artigo 3 da chamada Lei Fundamental, disse o porta-voz do governo, Steffen Seibert.

APOIE A DIÁLOGOS

Agregou que nos últimos dias haviam sido apresentados “argumentos que merecem ser pensados” sobre este tema.

Representantes de vários partidos e o governo federal na Alemanha apoiaram a proposta

Reprodução: Winkiemedia
O termo “raça” tem conotação negativa em alemão

Destacou que no debate atual, todos têm o objetivo de opor-se a qualquer forma de racismo. 

Diferentemente do idioma espanhol o termo “raça” tem conotação negativa em alemão porque os nazistas o usavam para sua ideologia. 

Seria desejável um amplo debate sobre este tema no Parlamento e na sociedade, disse Seibert, agregando que há “aspectos que devem ser considerados antes de uma possível modificação do texto”. 

Horst Seehofer, o ministro do Interior, também se mostrou disposto a falar sobre a possível modificação constitucional. 

A ministra de Justiça, Christine Lambrecht, explicou em entrevista à imprensa que o termo havia sido justificado quando a Lei Fundamental entrou em vigor na República Federal da Alemanha, em1949.

RECEBA NOSSO BOLETIM

“Mas acredito que hoje estamos em uma época diferente e, portanto, este termo deveria ser eliminado da nossa Constituição”, agregou. 

Os líderes dos partidos parlamentares dos Verdes no Bundestag, Katrin Guering-Eckardt e Anton Hofreiter, sugeriram aos seus pares e ao Partido de Esquerda que buscassem um “amplo consenso das facções democráticas”. 

Também enviaram uma proposta concreta para a emenda: a Palavra “raça” deve ser eliminada e substituída pelo termo “racista”. 

Há 10 anos, o Partido dos Lankas já havia apresentado uma moção para eliminar a palavra “raça” da Carta Magna e propôs substitui-la por “origem étnica, social e regional”.
Nesse momento, a proposta havia sido apoiada por todas as demais partes.

Veja também



As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Prensa Latina

LEIA tAMBÉM

Palestina-EUA-Israel
EUA tentam se safar! Israel usa, sim, armas estadunidenses para matar palestinos em Gaza
Bandeira-Geórgia
Geórgia: lei sobre “agentes estrangeiros” aumenta tensão entre governo e oposição
Design sem nome - 1
Mortes, prisões e espionagem: jornalista palestina escancara ‘apartheid’ de Israel
Trump
À frente em 5 estados-chave, Trump tira de Biden eleitores historicamente democratas