Pesquisar
Pesquisar

Mercosul financia com mais de US$22 milhões reformas na Rodovia Nº 8 do Uruguai

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Chanceler Luis Almagro
Chanceler Luis Almagro

O Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul (FOCEM) aportará 22,15 milhões de dólares não reembolsáveis para esta obra. Entre ambos os projetos, se realizará a reabilitação de 56,1 Kms da Rodovia Nº 8 que se encontra no nordeste do país; trecho que une os departamentos de Cerro Largo e Treinta y Tres. As reformas se realizarão entre o Tramo I do km 310 ao km 338 e o Tramo II do km 366 ao km 393,1.

Logo de assinados os acordos, o Ministro Luis Almagro manifestou que “tanto este como os outros projetos executados representam um exemplo de integração, oferecendo soluções concretas a problemas de infraestrutura básica e destacou o valor deste instrumento do bloco”.

Com os convênios assinados entre a Chancelaria uruguaia e a Secretaría do Mercosul, o Ministério de Transporte e Obras Públicas se encarregará de executar e gerenciar a obra que implicará um investimento de US$ 31,26 milhões, dos quais US$ 22,15 milhões são aportados pelo FOCEM como empréstimo não reembolsável, ou seja, Uruguai não precisará devolver esse empréstimo.

Para efetivar a obra serão necessários dois concursos de licitação pública. Segundo estimam as autoridades, a posterior execução dos trabalhos terá uma duração de 23 meses.

O FOCEM opera desde 2006 com o objetivo de impulsionar projetos de fortalecimento da infra-estrutura e logística dos países da região. Também pretende diminuir as assimetrias no Mercosul e fortalecer a competitividade do bloco.

Agencia Parlasul 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Gustavo Petro
Violação dos acordos de paz: entenda por que Petro vai denunciar a própria Colômbia na ONU
Haiti
Haiti: há pelo menos 20 anos comunidade internacional insiste no caminho errado. Qual o papel do Brasil?
Betty Mutesi
“Mulheres foram protagonistas na reconstrução da paz em Ruanda”, afirma ativista Betty Mutesi
Colombia-paz
Possível retomada de sequestros pelo ELN arrisca diálogos de paz na Colômbia