Pesquisar
Pesquisar

Moscou abrigará primeiro fórum parlamentar do Brics

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Vitáli Petrov*

brics-bandeirasEvento ocorre em 8 de junho e foi tratado por embaixadores de países do grupo em reunião na última segunda-feira (27).

Moscou abrigará o primeiro fórum parlamentar dos países do Brics em 8 de junho, informou na última segunda-feira (27) o presidente do subcomitê para cooperação com o Brics, Andrêi Klimov, durante o encontro entre embaixadores do grupo. O evento ocorreu no edifício do Conselho da Federação (equivalente ao Senado na Rússia).

A ideia de organizar a cooperação interparlamentar foi sugerida inicialmente pelo presidente da Duma de Estado (Câmara dos Deputados russa), Serguêi Naríchkin, durante visita oficial à Índia.

“Nossa interação com esses países [China, Índia, Brasil e África do Sul] auxilia na harmonização do sistema das relações internacionais, como mostra o exemplo da cooperação decisiva dos parceiros”, disse então.

As opiniões sobre o evento se dividem no Conselho da Federação. “Em 8 de junho planejamos em Moscou um encontro entre altos representantes de nossos parlamentos. Consideramos que serão abordadas questões da futura parceria no nível  parlamentar”, disse Klimov.

Além disso, tanto na Duma de Estado, como no Conselho da Federação, reconhece-se que a parceria interparlamentar com os países do Brics tem grande significado estratégico para a Rússia.

A confirmação disso está no fato de que, pela primeira vez na história do Conselho da Federação, criou-se um subcomitê para negócios exteriores especificamente para se ocupar da coordenação da cooperação com os parlamentos da China, da Índia, do Brasil e da África do Sul.

Na câmara alta, crê-se que os parlamentares devam desenvolver as mais diversas formas de cooperação, como a discussão questões atuais por meio de transmissão pela internet.

*Material originalmente publicado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

protestos-peru
Cleptocracia, ignarocracia, bufocracia: o declínio do substantivo "democracia" no Peru
Bolivia-guerra-hibrida-eua (1)
Guerra híbrida na Bolívia entra em nova fase e EUA querem "mudança de regime" até 2025
Petro-Colombia
Petro reage a ataques de guerrilheiros contrários ao acordo de paz: "Não toleraremos"
Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei