Pesquisar
Pesquisar

Mundo exalta plano de Lula de criar ministério e revogar ações de Bolsonaro contra indígenas

Declaração gerou forte repercussão, sendo noticiada pelas principais agências de notícias do mundo, entre elas a Reuters, a AFP, a RFI e a Al Jazeera
Redação Brasil de Fato
Brasil de Fato
Brasília (DF)

Tradução:

O ex-presidente Lula (PT) voltou a ser alvo dos holofotes da mídia internacional nesta terça-feira (12). O motivo é o fato do petista ter prometido criar um Ministério dos Povos Indígenas e revogar todas as medidas tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) contra os povos originários caso seja eleito presidente. 

Lula participou de evento no Acampamento Terra Livre, em Brasília, que reúne representantes dos povos originários de todo o país e, na ocasião, afirmou que fará um dia de “revogaço” para retomar políticas em prol dos direitos dos indígenas.

“Os governos do PT não fizeram tudo, mas certamente ninguém fez mais do que a gente. E o mais grave é que praticamente tudo o que nós fizemos foi desmontado. Um governo [Bolsonaro] que não tem escrúpulos, que ofende os povos indígenas. Os indígenas não são os invasores. Eles já estavam aqui quando os portugueses chegaram em 1500 (…)  “Tudo que foi decreto [do governo Bolsonaro sobre Terra Indígenas] será revogado imediatamente”, prometeu o ex-presidente. 

“Ninguém vai mexer em Terra Indígena sem que haja a concordância de vocês. Vocês me deram uma ideia: vamos criar um Ministério para discutir as questões indígenas. Não queremos invasão de Terra Indígena. Só tem uma razão para eu voltar: para fazer mais e melhor do que os governos anteriores”, disse.

Terra Livre: indígenas denunciam massacre à ONU e cobram ação internacional

A declaração gerou forte repercussão, sendo noticiada pelas principais agências de notícias do mundo, entre elas a Reuters, a AFP, a RFI e a Al Jazeera. Nas redes sociais, congressistas, ativistas e líderes de movimentos populares se manifestaram sobre as “promessas” de Lula.

Declaração gerou forte repercussão, sendo noticiada pelas principais agências de notícias do mundo, entre elas a Reuters, a AFP, a RFI e a Al Jazeera

Mídia NINJA
Lula, durante visita ao Acampamento Terra Livre, que reúne povos indígenas de todo o país

Leia a repercussão:

Redação Brasil de Fato


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Brasil de Fato

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização