Pesquisar
Pesquisar

"Nenhuma hipótese pode ser descartada", diz Rússia sobre possível ataque ao Nord Stream

Operação do gasoduto está suspensa desde o final de agosto devido a problemas de manutenção das turbinas da Siemens, causados pelas sanções ocidentais
Redação Sputnik Brasil
Sputnik Brasil
Moscou

Tradução:

Ao comentar uma possível sabotagem em relação ao gasoduto Nord Stream, Dmitry Peskov, porta-voz presidencial da Rússia, afirmou que, neste momento, nenhuma hipótese pode ser descartada.

“Agora, nenhuma hipótese pode ser descartada. É óbvio que há algum tipo de dano no gasoduto, mas o que o causou – antes que as investigações esclareçam, é impossível descartar qualquer hipótese”, afirmou.

A pressão em uma das linhas do Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2) caiu acentuadamente durante a noite, sendo que o mesmo aconteceu com as tubulações do Nord Stream 1 (Corrente do Norte 1) na tarde de segunda-feira (26).

A Dinamarca anunciou que foi detectado um vazamento de gás em sua costa, no mar Báltico, e fechou a área para o tráfego marítimo. O governo dinamarquês, entretanto, não confirmou se foi isso que causou a perda de pressão.

A operação do Nord Stream está suspensa desde o final de agosto devido a problemas de manutenção das turbinas da Siemens, causados pelas sanções ocidentais.

Operação do gasoduto está suspensa desde o final de agosto devido a problemas de manutenção das turbinas da Siemens, causados pelas sanções ocidentais

Reprodução – Twitter
A Dinamarca anunciou que um vazamento de gás foi detectado em sua costa, no mar Báltico, e fechou a área para o tráfego marítimo




Jornal alemão suspeita de ‘ataque direcionado’ aos gasodutos da Rússia

Um jornal da Alemanha relatou que o governo alemão suspeita que o vazamento que causou a perda de pressão dos gasodutos da Rússia ocorreu por sabotagem.

Embora a perda de pressão em três gasodutos entre a Rússia e a Alemanha ainda esteja sendo investigada oficialmente, o governo alemão não está convencido de que foi uma coincidência.

De acordo com uma reportagem do jornal Tagesspiegel, existe a suspeita de um “ataque direcionado” em nome da Ucrânia ou da Rússia.

“Os gasodutos Nord Stream (Corrente do Norte) podem ter sido danificados por ataques direcionados e vazados como resultado”, escreve a reportagem.

A pressão em uma das linhas do Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2) caiu acentuadamente durante a noite, sendo que o mesmo que aconteceu com os dois tubos do Nord Stream 1 (Corrente do Norte 1) na tarde de segunda-feira (26).

A Dinamarca anunciou que um vazamento de gás foi detectado em sua costa, no mar Báltico, e fechou a área para o tráfego marítimo. O governo dinamarquês, entretanto, não confirmou se isso causou a perda de pressão.

Casa Branca admite: EUA podem se beneficiar de crise na Europa por falta de gás russo

De acordo com Tagesspiegel, o governo alemão e as agências que investigam o incidente “não podem imaginar um cenário que não seja um ataque direcionado”, segundo uma fonte citada pela publicação. “Tudo fala contra uma coincidência”, sustenta o jornal.

A publicação explicou que um ataque deliberado no fundo do mar, como este, deve envolver forças especiais, mergulhadores da marinha ou um submarino.

Berlim está examinando dois cenários possíveis. No primeiro, a Ucrânia ou “forças afiliadas à Ucrânia” podem estar por trás do ataque. A segunda opção é que a Rússia fez isso como uma “bandeira falsa”.

“Estamos no processo de esclarecer a situação aqui”, disse uma porta-voz do Ministério da Economia. “Atualmente, não sabemos o que causou a queda de pressão”, concluiu.

Redação Sputnik Brasil


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

Redação Sputnik Brasil

LEIA tAMBÉM

eua-louisiana-2
"Querem impor uma teocracia", alerta deputado dos EUA sobre "10 mandamentos" em Louisiana
Joe Biden
Nova medida de Biden para regularizar indocumentados é positiva, mas insuficiente, diz especialista
Vladimir Herzog
Amyra El Khalili: história de Vladimir Herzog se repete há 76 anos na Palestina Ocupada
Lin Jian - China
China expõe contradições da UE sobre Direitos Humanos e critica interferências