Pesquisar
Pesquisar

No 1o de abril o Cordão da Mentira volta as ruas

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Para denunciar o “País das Mentiras”, o Cordão da Mentira voltará as ruas no próximo dia primeiro de abril.

DSC_0138O Cordão da Mentira é um bloco carnavalesco de intervenção estética que, de modo bem humorado e radical, versa e canta sobre temas cruciais para uma real transformação da sociedade brasileira.
Formado por sambistas, grupos de teatro, coletivos culturais e artísticos, militantes e movimentos sociais, o Cordão desfilou pela primeira vez em 2012 discutindo as heranças da ditadura em nosso cotidiano. Desde então vai para as ruas anualmente discutindo a violência de Estado e a opressão contra as classes populares no Brasil, sempre no dia 1 de abril, dia da Mentira, dia do golpe de 1964.

O Cordão da Mentira desfilará pelo 6o ano no sábado, dia 1o de abril, com o tema “O País da Mentira. Iremos para a rua carnavalizando as farsas de nosso cotidiano: a mentira da democracia, a mentira do país de todos, a mentira do Estado de direito, a mentira da meritocracia, a mentira da democracia racial, a mentira do pensamento livre, a mentira do país do futuro. Escrachemos as mentiras que formam esta barafunda chamada Brasil. Desfilando pela primeira vez na Avenida Paulista homenagearemos Carlos Marighella, militante revolucionário assassinado pela polícia em 1969 em uma emboscada na Alameda Casa Branca.
O evento terá início as 16 horas no MASP, é aberto para qualquer participante e terá alas compostas por diversos grupos.
EVENTO: DESFILESCRACHO DO CORDÃO DA MENTIRA com o tema “O País da Mentira”
Data: 1/4/2017
Horário: 16h
Concentração – MASP – Museu de Arte de São Paulo
Página no Facebook: https://www.facebook.com/cordaodamentira Evento no face:https://www.facebook.com/events/267034400389417/
Contatos:
Laura: 993109090 Thiago: 982900465

As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

protestos-peru
Cleptocracia, ignarocracia, bufocracia: o declínio do substantivo "democracia" no Peru
Bolivia-guerra-hibrida-eua (1)
Guerra híbrida na Bolívia entra em nova fase e EUA querem "mudança de regime" até 2025
Petro-Colombia
Petro reage a ataques de guerrilheiros contrários ao acordo de paz: "Não toleraremos"
Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei