Pesquisar
Pesquisar

O que está por trás da viagem de Bolsonaro à Rússia em pleno ano eleitoral?

Há quem fique neutro a tudo isso, acreditando que o fato não afeta em nada o Brasil. Não apenas afeta, como vai além. Entenda:
Danilo Nunes
Diálogos do Sul
São Paulo (SP)

Tradução:

“Eu tenho vontade de conhecer a Rússia. Sua história, arquitetura, seu povo e sua cultura”. Esse é um comentário de alguém que ama investigar, conhecer e analisar por meio dos elementos da historiografia, acontecimentos, materiais e fatos que marcaram a história na qual, o ser humano protagoniza.

Existem outras possibilidades, opções e objetivos que podem marcar uma visita ao território que outrora encheu o mundo de esperança por meio de seu povo e seus processos revolucionários. Então a pergunta que não se cala: o que um presidente como Bolsonaro que, nada têm de interesse nessa história, vai fazer na Rússia em meio a turbulência da ameaça de invasão da Ucrânia e no ano das eleições presidenciais no Brasil?

O que vimos na última semana nas mídias foi um bombardeio de informações, ora com críticas, ora com elogios ao ato de Bolsonaro estreitar relações com a Rússia. Há quem fique neutro a tudo isso, acreditando que o fato não afeta em nada o Brasil. O fato é que, não só afeta o Brasil, mas também vem diretamente ao encontro do processo eleitoral que estamos prestes a entrar.

Mais uma vez a cultura e todas as transformações que ela vem passando influenciam diretamente na população. A cultura da tecnologia, da internet e a moda das “fake news” que elegeu Bolsonaro estão em pauta. A informação de guerra e invasão da Ucrânia vem camuflar o verdadeiro motivo dessa visita “bolsonarística” à Rússia, transformando tudo isso num ato heroico e diplomático do presidente do Brasil em impedir a terceira guerra mundial. Ingenuidade daqueles que espalham e acreditam nessa bobagem.

Há quem fique neutro a tudo isso, acreditando que o fato não afeta em nada o Brasil. Não apenas afeta, como vai além. Entenda:

Desenhos do Nando / Reprodução Facebook
O que vimos na última semana nas mídias foi um bombardeio de informações, ora com críticas, ora com elogios ao ato de Bolsonaro

Antes de tudo, o que está arquitetado na cabeça fascista e autoritária de um grupo que se apossou do poder no Brasil é exatamente o salvamento e redenção do seu soberano. Àquele a quem Bolsonaro bate continência até nos piores sonhos: Donald Trump. Na sequência, com fé no seu líder e porto seguro, esse mesmo grupo planeja (agora com estratégia diferente e com a máquina pública nas mãos) o seu “jogo sujo” eleitoral para, definitivamente concretizar e fortalecer um poder absoluto, justificando assim suas ações e medidas mais insanas.

A cultura da tecnologia, das “fake news”, do telegram, as articulações tóxicas para envenenar com informações fantasiosas a população, o poder a qualquer custo, o ódio de classe e a arma na mão para matar negros, mulheres, pobres, sem terras, sem teto, comunidade LGBTQI+, os comunistas e todo(a) e qualquer cidadão(ã) que se oponha ao grupo bolsonarista, será o cenário que encontraremos nas ruas esse ano de eleições no país. O jogo será sujo, mas da nossa parte, estaremos de vassoura na mão para varrer a sujeira para longe do Brasil. Sairemos vitoriosos(as) e com a democracia salva das mãos dos aventureiros milicianos.

Danilo Nunes é músico, poeta, ator, historiador e pesquisador de cultura popular brasileira e latino-americana.
Instagram: @danilonunes013
Facebook: @danilonunesbr


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Danilo Nunes

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização