Pesquisar
Pesquisar

ONU condena ataque terrorista no Líbano

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

12-11-2015Beirut_Lebanon Campo de refugiados no bairro de Burj al-Barajneh, em Beirute. Foto: IRIN/ James Haines-Young

Segundo fontes da mídia, atentado matou mais de 40 pessoas e outras 230 ficaram feridas. O secretário-geral das Nações Unidas pede que responsáveis sejam levados à justiça.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e sua representante especial no Líbano, Sigrid Kaag, condenaram na quinta-feira (12) o ataque terrorista no subúrbio de Burj al-Barajneh, na capital do Líbano, Beirute.
Um duplo atentado suicida deixou mais de 40 mortos e 230 feridos. O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo ataque, afirmaram vários meios de comunicação.
Reafirmando o apoio da comunidade internacional ao Líbano e suas instituições, Kaag destacou que a unidade, estabilidade e segurança do país devem ser protegidas a todo o momento.
“O secretário-geral pede para que aqueles responsáveis por esse ataque terrorista sejam rapidamente levados à justiça.”, enfatizou Kaag.


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

LEIA tAMBÉM

Wu Qian - China
Líder em Taiwan empurra compatriotas para situação perigosa de guerra, afirma China
Rússia-Defesa
Kremlin manda prender altos funcionários da Defesa por corrupção; entenda o caso
Rafah-ataque-Israel
Fepal: Como Alemanha nazista, Israel deve ser parado pela força das armas
Netanyahu
Pouco há para comemorar na decisão da Corte Penal Internacional contra Netanyahu