Pesquisar
Pesquisar

PARLASUL: Disputa entre fundos abutres e governo argentino será discutida

João Baptista Pimentel Neto

Tradução:

abutresNo próxima segunda-feira, 7 de julho, o PARLASUL – Parlamento do MERCOSUL realizará uma nova Sessão Plenária, a partir das 11 horas no Edifício MERCOSUL, na cidade de Montevidéu, Uruguai.

O Presidente do PARLASUL, Rubén Martínez Huelmo, informou que a partir das 8:30 horas estão previstas as reuniões das distintas Comissões, assim como a reunião da Mesa Diretora. Com isto, a XXXI Sessão Ordinária começará à 11 horas.

A Convocatória tem por objeto a consideração de diferentes temas para discussão e votação. Fica como destaque a apresentação de uma proposta, de autoria do parlamentar argentino Guillermo Carmona e está apoiada por legisladores de vários países, sobre a situação pela qual está passando a República Argentina relacionada com o litígio aos credores dos fundos especulativos ou mais conhecidos como “fundos abutres”.

A respeito, o Presidente Rubén Martínez Huelmo afirmou que “uma declaração de solidariedade com a Argentina será certamente aprovada na reunião do Parlamento do Mercosul (Parlasul)”, segundo informa a imprensa local.

Por sua parte, o parlamentar brasileiro Roberto Requião expressou ao Senado do seu país que “precisamos que surja uma voz forte de consciência latino americana, como surgiu em outros momentos da história, como na Guerra das Malvinas, e sem vacilações expressar nossa indignação contra os ataques que sofrem neste momento, a Nação Argentina e em consequência, o Mercosul”.

Outro tema que seguramente seja debatido é a denuncia por parte dos parlamentares venezuelanos sobre as interferências dos Estados Unidos nos assuntos da Venezuela.

Referente ao trabalho das Comissões, as mesmas elevaram ao Plenário vários assuntos para sua consideração. Desde a Comissão de Assuntos Internacionais se eleva uma proposta de declaração sobre a preocupação frente ao agravamento de um processo de instabilidade política, social e económica na República do Haiti.

A Comissão de Infraestrutura está com os temas referentes à instalação de uma planta processadora de urânio e a eventual instalação de um reator nuclear na cidade de Formosa, Argentina; a criação de uma Comissão especial de trabalho com o fim de estudar a conservação das pastagens naturais e uma para a reconstituição do bosque atlântico do Alto Paraná; a convocatória às autoridades da Argentina e Paraguai da Entidade Binacional Yacyreta; a internalização dos Protocolos Adicionais ao Acordo de Transporte Fluvial pela Hidrovía Paraguai – Paraná; e uma proposta para que o Observatório Energético realize um seminário de integração elétrica e energética.

Por outra parte, a Comissão de Desenvolvimento Regional Sustentável remeteu um relatório sobre a implementação do uso da energia sustentável na sede do PARLASUL; e uma proposta para que a Comissão de Desenvolvimento Sustentável, conjuntamente com a Comissão de Infraestrutura realize Audiências Públicas nos países membros dentro da área do Bioma Pampa.

Transmissão em direto

A transmissão de televisão poderá ser visualizada através da página web do Parlamento do MERCOSUL na Internet (www.parlamentodelmercosur.org) e em Antel VeraTV (http://tv.vera.com.uy) a partir das 11 horas, nos idiomas espanhol, português e guarani.

PARLASUL/ma-pb-as


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
João Baptista Pimentel Neto Jornalista e editor da Diálogos Do Sul.

LEIA tAMBÉM

Cuba
EUA tiram Cuba de lista sobre terrorismo: decisão é positiva, mas não anula sanções
ONU
Palestina como membro pleno da ONU: entenda os reflexos da resolução aprovada
Crise-drogas-EUA
EUA culpam cartéis do México por crise de drogas entre estadunidenses
Cartão Vermelho para Donald Trump...