Pesquisar
Pesquisar

Pedro Sánchez agradece elogio de Lula à derrubada da Reforma Trabalhista na Espanha

“Esta é uma conquista coletiva da Espanha. Com diálogo e acordos, podemos construir um país mais justo", disse o líder espanhol em mensagem no Twitter
Redação Prensa Latina
Prensa Latina
Madri

Tradução:

O Presidente do Governo da Espanha, Pedro Sánchez, agradeceu ao ex-presidente brasileiro Lula da Silva as palavras de elogio à reforma trabalhista no país ibérico.

Em mensagens em sua conta no Twitter, Sánchez valorizou os comentários de Luiz Inácio Lula da Silva, que estabeleceu um paralelo entre o que acontecia na Espanha e a atual situação do Brasil em termos de trabalhadores.

O chefe do Executivo espanhol descreveu como uma conquista coletiva que “garantirá os direitos de todos”.

Espanha, que inspirou reforma trabalhista, revoga medida; Lula indica querer fazer o mesmo no Brasil

“Esta é uma conquista coletiva da Espanha, um compromisso do Governo e um exemplo de que, com diálogo e acordos, podemos construir um país mais justo e solidário”, disse Sánchez, comentando as palavras de Lula, que convidou os brasileiros a olharem com o que aconteceu no país europeu.

O atual líder do Partido dos Trabalhadores (PT), esteve em Madri no final de novembro passado e é visto como um potencial adversário do atual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, nas eleições de 2022. Uma decisão, que ele reiterou, será ser feito em breve, embora no momento seja um amplo favorito.

“Esta é uma conquista coletiva da Espanha. Com diálogo e acordos, podemos construir um país mais justo", disse o líder espanhol em mensagem no Twitter

Party of European Socialists/Flickr
Pedro Sánchez, PES EU Council, Bruxelas, 12/12/19

“É importante que os brasileiros acompanhem de perto o que está acontecendo na Reforma Trabalhista na Espanha, onde o presidente Pedro Sánchez está trabalhando para recuperar os direitos dos trabalhadores”, disse Lula às redes sociais.

Sánchez sublinhou que o acordo alcançado no dia 23 de dezembro entre o Executivo, a associação patronal e os sindicatos, “é uma conquista coletiva da Espanha, um compromisso do Governo e um exemplo de que, com diálogo e acordos, podemos construir um país mais justo e solidário”.


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Prensa Latina

LEIA tAMBÉM

2560px-Hotel_InterContinental_(Madrid)_01
Grupo que articula ataques a Obrador faz novo encontro da ultradireita global em Madri
netanyahu-genocidio-Palestina
Pogroms, censura, manipulação midiática: o que Ocidente esconde sobre o genocídio palestino
Wu Qian - China
Líder em Taiwan empurra compatriotas para situação perigosa de guerra, afirma China
Rússia-Defesa
Kremlin manda prender altos funcionários da Defesa por corrupção; entenda o caso