Pesquisar
Pesquisar

Presidente palestino questiona EUA por posturas diferentes sobre Palestina e Ucrânia

Mahmoud Abbas lembrou ao secretário de Estado estadunidense Antony Blinken que Israel age como "Estado acima da lei" e não é responsabilizado
Redação Prensa Latina
Prensa Latina
Ramallah

Tradução:

Acontecimentos na Ucrânia de hoje mostram os dois padrões flagrantes das potências ocidentais, que ignoram a limpeza étnica e a discriminação racial de Israel, denunciou o presidente palestino Mahmoud Abbas.

Durante uma reunião com o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, o presidente denunciou que Israel “age como um Estado acima da lei e nunca foi responsável” perante a comunidade internacional.

O governante pediu a aplicação de medida contra Tel Aviv depois de denunciar a ocupação de terras palestinas e a violação dos direitos legítimos de seus compatriotas.

Abbas defendeu uma solução política baseada no direito internacional que permitiria que seu povo criasse um estado com as fronteiras anteriores à guerra de 1967 e com Jerusalém Oriental como sua capital.

Mahmoud Abbas lembrou ao secretário de Estado estadunidense Antony Blinken que Israel age como "Estado acima da lei" e não é responsabilizado

Antony Blinken – Reprodução / Twitter
Blinken expressou compromisso do governo Joe Biden em promover uma solução, embora sem cronograma ou forma de alcançá-la

O presidente também condenou a expansão e construção de novos assentamentos judaicos, bem como a violência dos colonos.

Por sua vez, Blinken expressou o compromisso do governo de Joe Biden em promover uma solução baseada em dois estados, embora não tenha apresentado nenhum cronograma ou forma de alcançá-la.


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

Redação Prensa Latina

LEIA tAMBÉM

Europa
Escalada da ultradireita na UE é derrota dos EUA, vitória geopolítica para Putin e alerta ao Brasil
Greg-Casar
Greg Casar: deputado dos EUA quer proteção a indocumentados e fim do imperialismo
4 - Iryna Borovets 2
Vice-chanceler da Ucrânia diz que país deseja paz, mas insiste em adesão à Otan
emmanuel-macron-olaf-scholz (2)
Apoio inconsequente de Macron e Sholz à Ucrânia alimentou extrema-direita na UE