Pesquisar
Pesquisar

PSB lança ex-guerrilheiro Acilino Ribeiro como pré-candidato a governador do DF

Ex-guerrilheiro sobrevivente da luta armada contra a ditadura militar, o advogado e professor universitário reforçou a importância de valorizar e fortalecer o SUS
Redação Diálogos do Sul
Diálogos do Sul
São Paulo (SP)

Tradução:

Camponês alfabetizado. É assim que o advogado e professor universitário Acilino Ribeiro prefere ser chamado, mesmo acumulando oito pós-graduações que o fazem especialista em vários assuntos nas áreas de Geopolítica, Estratégia, Inteligência e Diplomacia. 

Acilino é a aposta do PSB (Partido Socialista Brasileiro) para governar o Distrito Federal. Ex-guerrilheiro, sobrevivente da luta armada contra a ditadura militar, ele foi escolhido após um longo encontro, que reuniu lideranças estudantis e de trabalhadores ativos no partido, onde apontaram a necessidade de oxigenar o movimento para as eleições de 2022.

Na palestra de abertura do evento, o professor universitário reiterou a necessidade de valorizar e fortalecer o SUS (Sistema Único de Saúde) “através de subprogramas descentralizados e integrados na área de saúde para combater a pandemia e outras necessidades que a população precisa ver atendida”.

Ex-guerrilheiro sobrevivente da luta armada contra a ditadura militar, o advogado e professor universitário reforçou a importância de valorizar e fortalecer o SUS

Reprodução / Facebook
Camponês alfabetizado. É assim que o advogado e professor Acilino Ribeiro prefere ser chamado, mesmo acumulando 8 pós-graduações.

Além disso, o dirigente, que também é coordenador nacional do MPS (Movimento Popular Socialista, principal segmento de massa do partido e considerado o mais a esquerda) enfatizou a importância de retomar o crescimento econômico no país, com programas e projetos envolvendo o apoio a economia solidária, comunitária, verde, sustentável criativa.

Porém, disse que não queria que aquilo fosse entendido apenas como uma proposta para um programa de governo do PSB, mas também como uma contribuição a uma plataforma de luta de uma Frente Ampla Progressista, a qual defende unindo toda a esquerda brasiliense para reconquistar o Distrito Federal.

Apesar da importância do cargo, o “camponês alfabetizado” alertou para o fato da nomeação ser apenas “uma pré-candidatura”, e que no partido podem surgir outras indicações. “Quero a união destas candidaturas para a restauração da democracia no Brasil e a implantação do Poder Popular e a Democracia Direta no Distrito Federal” concluiu.


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na Tv Diálogos do Sul

   

Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização
Lula - 1 de maio
Cannabrava | Lula se perdeu nos atos de 1º de maio