Pesquisar
Pesquisar

QG do golpe bolsonarista opera em antiga sede de farmacêutica investigada na CPI da Covid

Liderados por Braga Netto, apoiadores de Bolsonaro se reúnem no local e discutem táticas para questionar resultado das eleições
Ana Gabriela Sales
GGN
São Paulo (SP)

Tradução:

Uma mansão no Lago Sul de Brasília, alugada para sediar o comitê da campanha de Jair Bolsonaro (PL) à reeleição, tornou-se “sede do golpe” desde a derrota do mandatário nas urnas, afirmou reportagem de Sarah Teófilo e Rodrigo Rangel, no site Metrópoles.

Na casa, apoiadores de Bolsonaro, liderados pelo ex-ministro e ex-candidato a vice Walter Braga Netto, se reúnem para discutir estratégias a fim de questionar o resultado das eleições, que elegeu Lula (PT) presidente.

“O general Braga Netto tem dado expediente no local regularmente, na companhia de seu entourage, que inclui oficiais das Forças Armadas”, diz a coluna, que acompanhou o movimento no endereço durante esta semana. 

Nos últimos dias, Braga Netto recebeu o ex-ministro e deputado federal Osmar Terra. Na saída do local, o bolsonarista admitiu à reportagem que esteve em uma reunião para tratar da auditoria contratada pelo PL para questionar as urnas eletrônicas.

Na quinta-feira, também esteve na mansão o deputado federal e bolsonarista, Marcel Van Hattem (Novo-RS), a convite do senador Eduardo Girão (Podemos-CE).

Liderados por Braga Netto, apoiadores de Bolsonaro se reúnem no local e discutem táticas para questionar resultado das eleições

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Segundo o PL, o comitê de campanha já não funciona mais no endereço e que “não sabe” sobre as atividades flagradas pelo Metrópoles

Girão afirmou à coluna que o assunto da reunião foi a auditoria das urnas. Havia também mais um senador na reunião, Guaracy Silveira (PP-TO), que faz parte do partido da base aliada do atual governo.

“Há um fluxo intenso na casa. O entra-e-sai é permanente. O endereço tem servido ainda para reuniões com manifestantes que engrossam os protestos antidemocráticos. É uma evidência importante sobre a cadeia de comando das manifestações nas portas de quartéis e nas estradas questionando o resultado das eleições”, informaram os jornalistas.


A casa

Vale ressaltar que, antes de ser alugada pelos bolsonaristas, a mansão era sede da Precisa Medicamentos, empresa que esteve no centro dos escândalos do governo Bolsonaro durante a pandemia da Covid-19. 

Com Brasil no osso, experiência de Lula é crucial ao início da mudança que povo precisa

Sobre as ações atuais no local, o PL disse que, como a campanha acabou, o comitê de campanha já não funciona mais no endereço e que “não sabe” sobre as atividades flagradas pela reportagem.

Ana Gabriela Sales | GGN


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Ana Gabriela Sales

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização