Pesquisar
Pesquisar

Que espécie de gente a gente é?

Cinemateca Diálogos do Sul

Tradução:

desmataVídeo destaca vetores de destruição da Amazônia, sua relação com o resto do Brasil e pede compromisso pelo Desmatamento Zero

“É simples: madeira cai, desmatamento sobe”. O que é difícil é ver o governo tomando as rédeas da situação. O novo vídeo lançado pelo Greenpeace denuncia a falta de respeito e má gestão com o nosso maior tesouro nacional, a Floresta Amazônica. Desde sua “colonização” durante a ditadura militar, que marcou a escalada inicial de desmatamento, até os dias de hoje, contabiliza-se uma perda equivalente a três vezes o tamanho do estado de São Paulo. Veja e compartilhe o Vídeo

Violência no campo, impactos do agronegócio, descontrole da exploração de madeira, grandes obras de infraestrutura e o ataque dos ruralistas sobre os direitos dos povos da floresta pautam a destruição da Amazônia. Enquanto ela for considerada motor de desenvolvimento econômico ou fonte infinita de recursos naturais a serem explorados, continuará rumo à extinção.
Leia mais:
É campeão… de ilegalidade
Soluções do século XIX
O quarto vídeo da série produzida em parceria com o Bijari também conta com a direção e roteiro de Tadeu Jungle e Fernando Salem. Assim como nos anteriores, a crítica continua ácida: “62% da área desmatada da Amazônia é para criar… GADO!”. De fato o avanço da agropecuária reduz as fronteiras de preservação, com a criação de pasto para o corte bovino. Não apenas o gado, mas a soja também é grande responsável por “empurrar” as floresta cada vez mais adentro. “E a vaca vai pro brejo!”, ironiza o filme.
Outra questão abordada é a falta de água em diversas regiões do país, que tem relação direta com o desmatamento da maior floresta tropical do planeta. Para se ter uma ideia de sua importância, em alguns períodos do ano a Amazônia é responsável por cerca da metade de toda a chuva que cai no sul e sudeste, irrigando as plantações e garantindo a água que sai das torneiras dos cidadãos
É nesse contexto que o Greenpeace cobra os candidatos a assumirem o compromisso com o fim do desmatamento. “A gente quer desmatamento zero, unidades de conservação, terras indígenas, uso das áreas degradadas, agricultura familiar e fazendas cadastradas!”, clama o vídeo. Mais de 1 milhão de pessoas já assinaram pelo desmatamento zero. E você, candidato? Assina embaixo?
Acesse a nossa plataforma Pressione Verde e pressione seu candidato!


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Cinemateca Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização